Publicado 13 de Outubro de 2014 - 19h08

Por Luís Cesar de Souza Pinto

O estande da francesa Renault em Paris: esforço para produzir carros cada vez mais econômicos e menos poluentes

Divulgação

O estande da francesa Renault em Paris: esforço para produzir carros cada vez mais econômicos e menos poluentes

O Salão do Automóvel de Paris, aberto no último dia 4, repete o que vem ocorrendo pelo mundo afora: projetos de carros exclusivamente elétricos vão para a geladeira, enquanto alternativas tecnológicas mais viáveis e menos onerosas, como veículos híbridos, ganham crescente protagonismo.

 

Além desses modelos, o Mondial de l’Automobile, nome oficial da feira francesa, reserva um mundo de atrações para os mais de um milhão de visitantes que são esperados no Expo Porte de Versailles, o complexo com nove pavilhões que somam 100 mil metros quadrados. São mais de cem lançamentos entre veículos de série e protótipos, além dos sempre esperados superesportivos (alguns deles com presença confirmada no salão de São Paulo, no final do mês).

 

Conectividade é outro tema que aparece com destaque na badalada exposição automotiva parisiense. Com nosso cotidiano cada vez mais tomado pela presença de smartphones e tablets, novas tecnologias migram velozmente para o interior dos carros, dando início a uma revolução na experiência de dirigir. Existe espaço ainda para a mostra paralela ‘Carro e a Moda’ que ocupa um pavilhão inteiro e faz uma relação entre a evolução dos veículos com o comportamento e a maneira de se vestir.

 

 

 

O Salão de Paris também acontece no momento em que um sopro de otimismo bafeja o mercado automotivo europeu: depois de seis anos de quedas sucessivas, as vendas ensaiam uma lenta retomada. Com apoio governamental, campanhas promocionais e facilidades de financiamento, a União Europeia fechou agosto com 701 mil registros de vendas o que represente um aumento de 1,8%.

 

RENAULT ECOLAB

Renault EcolabA Renault expõe o conceito híbrido Ecolab que traz motor a combustão, com três cilindros de 1.0 l, com 75 cv de potência, e elétrico, com o equivalente a 68 cv, acompanhados por um novo câmbio sem embreagem de três velocidades (as primeiras duas marchas são ligadas à propulsão elétrica e só a terceira é conectada ao motor a gasolina). Detalhe: os retrovisores têm câmeras e as calotas se movimentam automaticamente quando é necessário resfriar os freios.

 

 

CITROËN CACTUS AIRFLOW 2L

CITROËN CACTUS AIRFLOW 2LO Citroën Cactus Airflow traduz o esforço da engenharia automotiva pra produzir carros ‘normais’ que rodem 50 quilômetros com um litro de combustível. Derivado do Cactus (que tem painéis com ‘bolhas’ nas partes mais vulneráveis da carroceria), o Airflow tem como ‘pulo do gato’ o sistema Hybrid Air, que consiste em um motor a gasolina de três cilindros acompanhado de outro motor movido a ar comprimido. O conjunto é composto ainda por dois motores-bombas hidráulicas e gerenciada por uma transmissão automática.

 

PEUGEOT 208 HYBRID

PEUGEOT 208 HYBRID A Peugeot expõe em Paris a versão conceitual Hybrid Air 2L do pequeno 208. Utilizando o mesmo sistema do Citroën Airflow (Hybrid Air) esse compacto traz propulsão híbrida a gasolina e ar comprimido, cabendo a uma central eletrônica determinar qual deles oferece o melhor rendimento em cada situação. O modo Air permite emissão zero, enquanto o modo Gasolina é usado sobretudo em velocidade estabilizada. O modo Combinado atua em acelerações e combina as duas energias em proporções variáveis. O conceito traz ainda alterações para melhorar a aerodinâmica em mais de 20% e materiais mais leves em sua construção.

 

CITROËN DS DIVINE

CITROËN DS DIVINEO protótipo DS Divine, da Citroën, acompanha o estado de espírito do motorista. São três tipos de acabamento interior, com forrações e texturas que podem ser inteiramente trocadas em 15 minutos. Uma opção é a esportiva; outra se inspira na alta costura; e a terceira é punk. As extravagâncias não param por aí: faróis tem incrustrações de cristais Swarovski e lâmpadas a laser (50% mais poderosas que os leds). No lugar do vidro traseiro, uma câmera capta imagens exibidas na tela de 10 polegadas. O motor é 1.6 turbo e alcança 270cv.

 

LAMBORGHINI ASTERION

LAMBORGHINI ASTERIONQuem disse que superesportivo não pode ser modelo ambientalmente correto? A Lamborghini mostrou em Paris que essa é uma combuinação perfeitamente possível ao apresentar o seu primeiro híbrido, o Asterion LPI 910-4. O modelo combina um motor a combustão de 610 cv com outros três elétricos que, juntos, entregam mais 300 cv, totalizando 910 cv de potência. A tração é integral, e a transmissão é automatizada de dupla embreagem e sete marchas. O Asterion acelera de 0 a 100 km/h em apenas 3 s e alcança 320 km/h de velocidade máxima.

 

FIAT 500X

FIAT 500XA Fiat mostrou em Paris uma versão turbinada do Cinquecento, batizada de 500X, que oferece espaço para a família inteira e vem recheada de novidades. Uma delas é a transmissão automática de nove velocidades. Essa transmissão, em combinação com o motor a gasolina de 170 cv 1.4 Turbo MultiAir II e ao motor turbodiesel140 Cv 2.0 MultiJet II, traz muitas vantagens, incluindo uma grande capacidade de retomada e acelerações vigorosas e sem trancos. Comandada eletronicamente, a nova transmissão inclui ainda a função "shift-on-the-fly", com a possibilidade de mudar para o modo manual-sequencial.

 

JEEP RENEGADE

JEEP RENEGADE Uma das novidades apresentadas em Paris e que interessa diretamente aos brasileiros é o Renegade. O jipinho, que será produzido na nova fábrica da Fiat em Goiana (Pernambuco) chega aqui no início do ano que vem. Na Europa, as vendas começam este mês em quatro versões, Sport, Longitude, Limited e Trailhawk. Os preços partem de 20 mil euros (equivalente a R$ 63 mil) na configuração de entrada Sport com motor 1.6 E.torQ de 110 cv. Dependendo da região, o Renegade terá diferentes opções de motor e câmbio entre as 12 combinações possíveis.

 

FORD S-MAX

FORD S-MAXCom vendas previstas para o primeiro semestre na Europa, o novo Ford S-Max chega com frente de Focus. Traz uma nova grade cromada do radiador e faróis mais esticados. Entre as novidades, estão os airbags laterais na parte de trás, coluna de direção com ajuste eletrônico, bancos aquecidos e resfriados e massageador nos assentos da frente. A linha de motores inclui os novos e avançados EcoBoost 1.5, de 160 cv, e EcoBoost 2.0, de 240 cv, além das versões diesel 2.0 TDCi de 120 cv, 150 cv e 180 cv. Outra novidade é o sistema de tração inteligente All-Wheel Drive. 

 

FORD EDGE

FORD EDGEA Ford também mostrou em primeira mão em Paris a terceira geração do Ford Edge, que chega ao Brasil em 2015, importada do Canadá. Tecnologia é o ponto forte do modelo. Além de itens como câmeras frontal e traseira, traz também um dispositivo inédito de cancelemento de ruídos externos, que promete silêncio praticamente absoluto na cabine. Sob o capô, o motor 2.0 Ecoboost da mesma família de Fusion e Mustang 2015 que gera 245 cv de potência com ótimo torque: 37,3 kgfm de torque. Há ainda o V6 aspirado de 3,5 litros e 289 cv e uma nova opção de 2,7 litros biturbo de mais de 300 cv. O câmbio é um só: automático de seis marchas.

 

MERCEDES-AMG GT

MERCEDES BENZ AMG GT Atração da Mercedes Benz no salão parisiense, novo AMG GT já tem uma data marcada para chegar ao Brasil. Está confirmado que o cupê esportivo, antes anunciado para o primeiro semestre de 2015, só desembarca por aqui no segundo trimestre do ano que vem. Com motor 4.0 V8 biturbo, a supermáquina alemã gera, na versão mais potente, 510 cv de potência a 6.250 rpm e 66,3 kgfm de torque entre 1.750 e 4.750 giros. A transmissão é automática de dupla embreagem e sete marchas.

 

FERRARI 458 SPECIALE APERTA

FERRARI 458 SPECIALEA Ferrari causou furor ao mostrar uma edição limitada do modelo 458 Italia.

 

O 458 Speciale A surge como homenagem às vitórias nas pistas de Le Mans, Daytona e Sebring.

 

A edição especial é, segundo a Ferrari, o mais potente conversível na história da marca: são 605 cavalos e 55,1 kgfm de torque.

 

 

NISSAN PULSAR

NISSAN PULSARDepois de muita expectativa, a Nissan revelou em Paris novo Pulsar. O modelo chega para bater de frente com o Golf e o Ford Focus e traz como grande destaque uma maior distância entreeixos (agora são 2,7 metros) o que garante mais conforto e espaço interno. O carro vem com monitor de cinco polegadas acoplado no painel e sistema de inoftenimento NissanConnect 2. A montadora japonesa também reserva um pacote com faróis e limpadores automáticos, vidros escurecidos, sistema de segurança com aviso sonoro, dentre outros itens opcionais. Debaixo do capô, um motor a gasolina turbo 1.2 confere 113 cavalos de potência e 19,37 kgmf de torque. A montadora também criou uma versão mais econômica, com motor 1.5 de 110 cv, 26,51 kgmf de torque e transmissão manual de seis velocidades ou CVT.

 

 

LAND ROVER DISCOVERY SPORT

LAND ROVER DISCOVERY SPORTOutro produto apresentado em Paris e confirmado para o nosso mercado é o Land Rover Discovery Sport. Ele será produzido na fábrica que a marca inglesa está construindo em Itatiaia (RJ). Inicialmente será importado, mas a versão nacional chegará às ruas em 2016. Assim como outros lançamentos da marca inglesa, o novo Discovery Sport tem desenho claramente inspirado no Evoque.

 

 

 

MASSERATI ZEGNA

MASSERATI ZEGNAA novidade da italiana Masserati em Paris foi o conceito do Maserati Ghibli Ermenegildo Zegna. O esportivo, que leva o nome de um dos maiores estilistas do mundo, traz o requinte e elementos propostos por Zegna no interior. A cabine conta com revestimentos de seda e couro, soleiras em cetim, além de demais materiais decorativos nos tapetes e no painel de fibra de carbono,cuja a assinatura do estilista está presente. A carroceria traz pintura metalizada Azzuro Astro e rodas de liga leve de 20 polegadas. Já a potência é alimentada por um motor V6 turbo de 440 cv e 56,08 kgmf de torque. O esportivo acelera 0 a 100 km/h em 4,8 segundos e atinge 284 km/h de velocidade final.

 

JAGUAR XE

JAGUAR XEA inglesa Jaguar aproveitou o Salão de Paris para apresentar detalhes do novo motor do sedã esportivo XE. A nova opção do motor batizado Ingenium, um 2.0 de quatro cilindros, é anunciada pela empresa como “o motor mais econômico que a Jaguar já desenvolveu”. O XE terá duas versões de motorização: uma mais econômica, com 161 cv de potência e 28 kgfm de torque, e outra mais potente, com 177 cv e 43,8 kgfm. O carro deve seguir para o Salão do Automóvel de São Paulo.

 

O editor de veículos da RAC Luís Cesar de Souza Pinto viajou a Paris a convite da Associação Nacional de Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea)

 

 

Escrito por:

Luís Cesar de Souza Pinto