Publicado 13 de Outubro de 2014 - 7h38

Por Agência Estado

Morreu a segunda das cinco vítimas baleadas durante um ataque em uma favela no Tatuapé, na zona leste da capital paulista. A desempregada Joice Camila de Oliveira, de 27 anos, estava internada no Hospital José Storopolli, na Vila Maria, mas não resistiu aos ferimentos. Sua morte foi confirmada à Polícia Civil por volta das 17h30 deste sábado, 11, cerca de 14 horas após o crime.

O caso aconteceu na madrugada da sexta-feira para o sábado, por volta das 3h30, na Favela do Pau Queimado, no Tatuapé. Dois homens de moto teriam atirado diversas vezes em direção às vítimas e depois,fugido. O autor dos disparos seria o suspeito que estava na garupa, afirma a Polícia Militar.

Atingido pelas costas, Alan Francisco de Oliveira, de 20 anos, foi o primeiro a ter a morte confirmada. Ele chegou a ser socorrido pelo pai e a dar entrada no Hospital José Storopolli, onde ficou por poucos minutos.

Um rapaz de 19 anos, um homem de 43 anos e outro de 32 anos também foram atingidos. Os dois primeiros foram levados ao Hospital Municipal do Tatuapé; enquanto o terceiro, ao pronto-socorro do Hospital Planalto, em Itaquera, na zona leste.

Aos policiais, o rapaz de 19 anos teria contado que voltava de uma festa quando um homem se aproximou. A vítima teria corrido e depois, foi atingida com dois tiros: um na perna e outro na região do quadril. Os policiais afirmam ainda que o homem de 43 anos aparentava ter feito uso de entorpecentes. Ele foi ferido na coxa.

Como os criminosos usavam capacete, os moradores da região não conseguiram identificá-los. À Secretaria de Segurança Pública, o delegado Joaquim Dias Alves, titular da 5º seccional da Polícia Civil, afirmou que foi instaurado um inquérito policial no 52º DP (Parque São Jorge), responsável por investigar o caso com apoio do Departamento de Homicídio e de Proteção à Pessoa (DHPP).

Escrito por:

Agência Estado