Publicado 13 de Outubro de 2014 - 16h49

Por Agência Estado

O homem de 54 anos internado no domingo em um hospital de Santiago como suspeito de ter contraído Ebola foi diagnosticado com malária, informaram nesta segunda-feira (13) as autoridades sanitárias.

"O paciente acusou negativo (para Ebola) e o caso pode ser descartado", afirmou o subsecretário da Saúde Pública, Jaime Burrows.

O homem, que se apresentou num posto de emergência com febre depois de chegar há poucos dias da África, foi submetido ao exame de malária e acusou positivo.

O homem, cujas iniciais são J.G.F., esteve recentemente na Guiné Equatorial, onde não se registram oficialmente casos de Ebola, mas dica no mesmo continente que Serra Leoa, Guiné e Libéria, onde mais de 4.000 pessoas morreram em decorrência do vírus Ebola, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Desde agosto, outras oito pessoas que chegaram ao Chile vindas da África estiveram em observação por virem de zonas onde puderam estar expostas ao Ebola, mas os casos foram descartados.

Escrito por:

Agência Estado