Publicado 12 de Outubro de 2014 - 18h43

Por France Press

As eleições gerais da Bolívia terminaram neste domingo (12) às 16h locais (17h de Brasília), oito horas após seu início, como define a lei, com o atual presidente Evo Morales como claro favorito nas pesquisas para sua reeleição.

O dia transcorreu com normalidade e os primeiros resultados de boca de urna poderão ser anunciados a partir das 0h GMT (21h de Brasília), segundo as diretrizes do tribunal eleitoral, para esperar um número indeterminado de seções que iniciaram a votação com atraso.

Quase seis milhões de bolivianos estavam registrados para comparecer às urnas.

As pesquisas da última semana mostraram Morales com quase 60% das intenções de votos, com 40 pontos de vantagem para o segundo colocado, o empresário Samuel Doria Media.

Morales, um indígena de tendência esquerdista, tinha 59% das intenções de voto nas pesquisas, contra 18% de Doria Medina e 9% do ex-presidente liberal Jorge Quiroga, seus principais rivais.

O presidente, o primeiro indígena a governar o país, conseguirá a reeleição se alcançar 50% mais um dos votos válidos ou pelo menos 40% com uma vantagem de 10% sobre o segundo colocado.

Os bolivianos também escolherão 36 senadores e 130 deputados para a Assembleia Legislativa Plurinacional.

Escrito por:

France Press