Publicado 13 de Outubro de 2014 - 22h43

Por Carlo Carcani

O jornalista Carlo Carcani Filho

Ércia Dezonne/AAN

O jornalista Carlo Carcani Filho

Pela primeira vez no Campeonato Brasileiro de 2014, o Cruzeiro perdeu dois jogos seguidos. Não por acaso, isso aconteceu em uma data Fifa. Enquanto o seu melhor jogador serve a Seleção Brasileira no Oriente, o líder zera nos confrontos com Corinthians e Flamengo. Outros times também foram prejudicados pelo descaso da CBF com a competição.

 

A TV flagrou uma cena muito divertida no jogo Internacional 2 x 1 Fluminense, no Beira-Rio. O Inter vinha de uma derrota humilhante (5 a 0 para a Chapecoense) e o Flu tinha acabado de marcar o gol de empate, já no final do jogo. A TV mostrou então três torcedores do Inter indignados, xingando os jogadores de tudo e mais um pouco. Em seguida, Valdivia colocou novamente o Colorado na frente e os três, eufóricos, trocaram imediatamente os palavrões por abraços e palavras de incentivo ao time. Uma cena que retrata muito bem as emoções que o futebol é capaz de proporcionar.

 

O Campeonato Brasileiro está empolgante, com disputas muitas interessantes nos dois extremos da tabela. Mas a CBF não ajuda e os clubes também não parecem muito preocupados em aproveitar o que o campeonato tem de bom. O Botafogo, por exemplo, optou por mandar seu jogo contra o Corinthians em Manaus. Em situações normais, já considero isso um desrespeito ao torcedor do time, que não tem a oportunidade de ir a vários jogos em casa. Pior ainda é realizar um jogo da Série A em um estádio com um péssimo gramado, caso da Arena Amazônia. Além de expor os atletas a um risco maior de contusão, um campo tão ruim como o da Arena da Amazônia prejudica demais a qualidade do espetáculo. A CBF, porém, não aparenta se preocupar com isso.

 

A arbitragem do futebol brasileiro não vive boa fase, mas os jogadores também não colaboram para mudar esse quadro. Na goleada do Criciúma sobre o Santos, o atacante Leandro Damião puxou a própria camisa dentro da área, com a clara intenção de tentar enganar o juiz e cavar um pênalti. O STJD já está avaliando o caso e, convenhamos, Damião merece uma punição. Deu um péssimo exemplo.

 

Por fim, um destaque para a recuperação do Palmeiras. Nas rodadas 26 e 27, os quatro paulistas venceram seus jogos, fato inédito no campeonato. No final de semana, porém, Corinthians, Santos e São Paulo perderam e só o Palmeiras pontuou, graças à importante virada sobre o Grêmio. No segundo turno, o Porco ganhou o mesmo número de pontos do que o Santos e três a mais do que seus rivais da Capital.

Escrito por:

Carlo Carcani