Publicado 14 de Outubro de 2014 - 23h15

redemoinho, Santa Bárbara d'Oeste, vídeo

Captura de vídeo

redemoinho, Santa Bárbara d'Oeste, vídeo

Um redemoinho chamou a atenção do representante de vendas Luis Gustavo Domingos, de 22 anos, em Santa Bárbara d’Oeste, na tarde de segunda-feira (13).

 

O jovem conseguiu gravar o momento exato em que o redemoinho passava próximo à obra do Corredor Metropolitano, na região central da cidade, entre as avenidas Santa Bárbara e Isaías Romano. O fenômeno durou pouco mais de 30 segundos.

 

 

Domingos contou que pegou o celular para fotografar o termômetro do carro, que marcava 39°C, para enviar a foto a um colega no Mato Grosso, quando viu o redemoinho.

 

“Já tinha visto outros mais baixos e menores. Esse ficou bem alto”, afirmou Domingos.

 

De acordo com o pesquisador do Cepagri, Jurandir Zullo Júnior, o redemoinho é parecido visualmente com os tornados, mas a origem deles é diferente.

 

“O redemoinho, assim como o tornado, é um centro de baixa pressão. Porém, no redemoinho isso acontece pelo forte aquecimento da superfície. Já o tornado tem relação com a formação de nuvens e chuvas.” Os redemoinhos são comuns em dias quentes e tendem a se desfazer rapidamente.