Publicado 09 de Setembro de 2014 - 16h55

Por Alenita de Jesus

Campinas

Foto: Divulgação

PM apreendeu 2,4 mil tubetes de cocaína (cerca de 4 quilos), 305 vazios, celulares e R$ 122 com o ajudante geral David de Freitas, 18 anos, anteontem à noite, na Vila Rica, em Campinas. Tudo estava separado em kits para ser entregue em pontos de tráfico do bairro e do Jardim Novo Campos Eliseos. Freitas estava em um Astra e afirmou ser gerente no tráfico.

A polícia prendeu o desempregado Nilo Facchini, 31 anos, acusado de matar a facadas no dia 25 de setembro do ano passado, Tatiana Cristina de Almeida Luprete, 28 anos, cujo corpo foi achado embrulhado em um cobertor na Rua Otoniel Mota, no Jardim Leonor, em Campinas. O casal era usuário de droga e ele alegou que matou a moça depois de uma discussão por conta do sumiço de R$ 50. O Setor de Homicídio chegou ao suspeito depois de ouvir uma testemunha. O crime rolou dentro do escritório da família de Facchini, na Avenida Senador Saraiva. O corpo da mulher, que tinha uma tatuagem de coração na perna, seria desovado em Valinhos.

O Setor de Homicídio de Campinas já identificou o homem que matou a facadas Izaias Rufino da Silva, 36 anos, no dia 1º deste mês, em uma praça na Chácara Formosa. Trata-se de Flávio de Souza Santos, 30 anos, companheiro da dona do boteco onde Silva e um amigo bebiam na noite do crime. Segundo a polícia, o acusado alegou que os três beberam muito e houve uma discussão. Silva e o amigo, muito embriagados, foram para a praça. Santos foi embora, mas voltou depois, retirou os sapatos deles e depois esfaqueou a vítima, que caiu sobre o amigo que estava apagadão por conta da pinga. O homem confessou o crime no último dia 5 e vai responder o crime em liberdade.

Jundiaí

Foto: Divulgação

Um desempregado de 29 anos foi detido na tarde de ontem em Jundiaí enquanto espancava uma boxer de 6 anos, na rua. O homem foi flagrado pela GM e levado pra delega, onde foi feito BO de maus-tratos. A cachorra foi recolhida na ONGs SOS Animais Abandonados e o sujeito liberado.

Escrito por:

Alenita de Jesus