Publicado 07 de Setembro de 2014 - 15h11

Por Alenita de Jesus

Campinas

Uma mulher de 51 anos ficou gravemente ferida durante um acidente envolvendo um caminhão e um Honda Fit, na noite de anteontem, na Rodovia Adalberto Pazan, em Campinas. A vítima estava acompanhada do filho de 9 anos que também se feriu e os dois foram socorridos ao Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp. Penha do Carmo Pereira, que é de São Paulo, foi socorrida pelo helicóptero Águia enquanto o filho pelo resgate da Concessionária AutoBAn. O menino sofreu ferimentos leves.

O acidente foi no km 4,5 no sentido Capital/ Interior, por volta das 17h30. Segundo a polícia, o motorista do caminhão alegou que o acidente foi depois que a mulher reduziu a velocidade do carro repentinamente por conta de outro caminhão que andava lento na frente da vítima. O motorista nada sofreu. O carro de Penha ficou destruído e foi apreendido ao Pátio em Cosmópolis.

Uma cabeleireira de 34 anos desceu literalmente das “tamancas” durante um bate-boca, e as assentou no rosto do marido, um motoboy de 32 anos, anteontem à noite, no Jardim Liza, em Campinas. O homem sofreu um corte profundo no rosto e foi socorrido ao Pronto-Socorro do Campo Grande. A valentona vazou.

Segundo a polícia, o arranca-rabo rolou depois que o casal retornou de um culto evangélico. O bafão se deu depois que o motoboy falou para a cabeleireira que queria participar mais ativamente das diretrizes da igreja. A mulher discordou e então começou o barraco. Em dado momento da briga, ela arrancou as sandálias de salto que calçava e as usou como “arma” para dar uns sopapos no maridão, que revidou com um empurrão. O motoboy não falou como foi socorrido. Ele foi medicado e liberado e tem até seis meses para representar contra a bravona.

Um comerciante de 39 anos apanhou feio e ainda foi obrigado a tirar toda grana da conta bancária dele e da mulher após fazer a farra em uma casa noturna no Jardim Itatinga, em Campinas, anteontem à noite. Segundo a polícia, a agressão e a extorsão rolaram depois que a vítima se recusou a pagar uma conta de R$ 6,7 mil refente ao divertimento na boate “Galo de Ouro”. O homem relatou para a polícia que tomou apenas algumas cervejas, que daria em um total de R$ 200. Porém, na hora de passar pelo caixa, foi informado que a conta era de R$ 6,7 mil. O comerciante disse que quase caiu das pernas e se recusou a pagar a bufunfa, momento que foi agredido por vários seguranças do local. Segundo relatos da vítima, ela levou uma “saraivada” de socos e pontapés e também obrigada a entregar os cartões bancários e a fornecer as senhas. Os saques rolaram na frente da vítima, com uma maquininha de leitura de cartões.

Há um mês, um segurança desta mesma casa noturna foi preso depois que um cliente se queixou para a Polícia Civil de que havia sido obrigado até deixar o carro no local para pagar a conta estrondosa. Outros clientes também colocaram a boca no trombone e denunciaram o sujeito por extorsão.

O ajudante geral Vagner Francisco da Silva Ribeiro, 27 anos, foi preso na madrugada de ontem, em Campinas, acusado de bater com uma pedra contra a cabeça de um homem, que foi socorrido em estado grave ao Hospital Ouro Verde. Ribeiro foi pego pela PM depois de denúncias anônimas, na rua. Ele apresentava lesões no corpo e alegou que eram decorrentes de uma briga com a namorada. A lorota não colou porque duas testemunhas viram tudinho e falou para a polícia. A vítima segue internada em estado grave.

O técnico em manutenção Josemar Silva, 36 anos, foi vítima de sequestro-relâmpago anteontem à noite, em Campinas. Ele foi atacado por dois bandidos armados quando reduziu a velocidade do seu carro, um Celta, ao passar sobre uma lombada na Rua Dom Humberto Mazoni, no Residencial Padre Anchieta. A vítima foi levada até a região do Aeroporto onde foi obrigada a ficar agachada até que os criminosos fizessem saques. Ela foi abandona no local sem o carro. Durante o cativeiro, Silva levou coronhadas, tapas e cotoveladas.

Dois homens e uma mulher se passaram por passageiros e roubaram um taxista na noite de anteontem, em Campinas. Segundo a polícia, a vítima pegou o trio no bairro Nova Campinas, por volta das 19h30 e fez a corrida até o bairro Padre Anchieta, onde foi atacada. Um dos bandidos estava armado de uma faca enquanto o comparsa de um revólver. Os criminosos fugiram com o carro, dinheiro, celular, documentos e GPS.

O lavador de carros Felipe Rodrigues dos Santos, 19 anos, foi preso com 208 papelotes de maconha, anteontem à noite, no Jardim Campos Eliseos, em Campinas.

Artur Nogueira

Foto: Portal Nogueirense

ACIDENTE - Três pessoas se feriram durante uma trombada entre um Fox e um Pálio no km 156 da Rodovia Zeferino Vaz, em Artur Nogueira, anteontem à noite. Uma das vítimas foi socorrida pelo helicóptero Águia ao HC. O acidente foi no retorno para Engenheiro Coelho.

Escrito por:

Alenita de Jesus