Publicado 10 de Setembro de 2014 - 5h33

A morte de três estudantes em um acidente na Rodovia dos Bandeirantes, anteontem, gerou clima de comoção na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), que decretou luto de três dias. Larissa da Silva Barbosa, de 25 anos, Samanta de Araújo Vieira, 19, e Maitê Farias Heredia, 21, foram enterradas ontem. Elas voltavam de São Paulo para o campus de Limeira, com outros dois estudantes, quando o pneu do carro em que estavam estourou e o veículo colidiu contra dois caminhões. Maitê e Samanta foram sepultadas em Osasco e Larissa, em Campinas. Os dois sobreviventes receberam alta ontem.

Larissa foi enterrada no Cemitério das Acácias, em Campinas, às 16h30. Cerca de 300 pessoas, entre familiares, parentes, amigos e colegas de faculdade, acompanharam o velório. A estudante era natural de Feira de Santana, na Bahia, mas morava em Campinas havia muitos anos, segundo amigos. Ela estava no último semestre da faculdade de Engenharia de Produção e fazia estágio na Capital. “Ela estava vindo para uma aula em Limeira e pretendia voltar para São Paulo no mesmo dia”, afirmou Joyce Paulino, colega de classe de Larissa, a quem definiu como uma pessoa bem humorada e aplicada.

Samanta era natural de Osasco e cursava Gestão de Políticas Públicas na Faculdade de Ciências Aplicadas da Unicamp. Maitê também residia em Osasco e cursava Tecnologia em Construção de Edifícios, na Faculdade de Tecnologia da Unicamp.

Também estavam no veículo a motorista G.B.M., de 24 anos, e o passageiro D.A.C., 21, que foram socorridos ao Pronto Atendimento São José, e liberados na noite de segunda-feira. O pai de D. publicou uma nota no Facebook informando que o filho já havia recebido alta e estava em estado de choque. “É muito estranho para a gente que vive nessa rotina de carona receber uma notícia dessas”, comentou Allison Bortolazo, amigo das vítimas.

Com a violência do acidente, as três jovens morreram na hora. Samantha era a única passageira do banco traseiro que estava com cinto de segurança

“O trágico acidente que resultou na morte de três estudantes da Unicamp, ocorrido na tarde de segunda-feira, na altura do quilômetro 90 da Rodovia dos Bandeirantes, em Campinas, chocou toda a comunidade universitária, que se encontra consternada e solidária aos parentes e amigos dos envolvidos. A reitoria decretou luto oficial de três dias e está prestando todo apoio aos familiares das vítimas. (...) Nesse momento de profunda consternação, a Unicamp acolhe os familiares das vítimas e expressa o seu pesar pelo trágico acontecimento”, diz nota divulgada ontem pela Unicamp.