Publicado 07 de Setembro de 2014 - 5h33

O efeito da delação premiada do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa continua causando estragos na política nacional. A revista Veja divulgou uma lista com os nomes do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, e até do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, morto em um acidente de avião em agosto, como envolvidos no esquema de corrupção e propina. Na lista ainda aparecem os presidentes da Câmara, Henrique Alves (PMDB-RN), e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).