Publicado 06 de Setembro de 2014 - 5h33

A família de uma gerente de banco de Indaiatuba foi feita refém durante 12 horas por assaltantes durante a madrugada de ontem, em Salto. Segundo a PM, dois criminosos teriam obrigado a funcionária a ir até o local onde trabalha, uma agência do Itaú, para fazer a retirada de dinheiro e pagar o sequestro-relâmpago.

Enquanto isso, a mãe e o irmão da gerente ficaram em casa sob ameaça de dois assaltantes. Ao chegar ao trabalho, outros funcionários teriam percebido o comportamento suspeito da colega e acionaram o sistema de alarme do prédio. Segundo a polícia, a gerente faria o saque, de quantia não revelada, e quando o alarme foi acionado ela foi trancada no cofre, através de um dispositivo de segurança. Os bandidos desistiram da ação e fugiram. Mãe e irmão da gerente da agência foram deixados na estrada que liga Indaiatuba a Elias Fausto. (Gustavo Abdel/AAN)