Publicado 06 de Setembro de 2014 - 5h33

A Polícia Civil de Campinas divulgou o valor levado pelos criminosos que assaltaram os vigilantes de um carro-forte da empresa Prossegur, na manhã de anteontem, em pleno Centro de Campinas. De acordo com o chefe de investigação da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Campinas, Marcelo Hayashi, nos dois malotes levados pelos bandidos haviam 45 mil dólares e

12 mil euros — cerca de

R$ 135,5 mil, ao todo. O dinheiro seguiria para a área de câmbio da agência bancária.

A polícia também confirmou que a quadrilha levou quatro revólveres calibre 38 dos vigilantes e que os coletes balísticos dos funcionários não foram roubados. Hayashi também informou que os três seguranças do carro-forte e o vigia do banco já foram ouvidos na DIG. “Hoje estamos trabalhando com as imagens captadas pelas câmeras de segurança do banco e do monitoramento das ruas feito pela CimCamp para tentar identificar e reconhecer os autores”, afirmou Hayashi. A polícia afirmou que já sabe qual a direção que o furgão tomou após o roubo, mas ainda não pode divulgar informações mais específicas para não atrapalhar as investigações. (Yasmine Souza/AAN)