Publicado 10 de Setembro de 2014 - 5h32

A Seleção Brasileira masculina de basquete volta a encontrar a Sérvia no Mundial da Espanha, hoje, a partir das 13h, em Madri, pelas quartas de final da competição (SporTV 3 e ESPN). Ainda pela primeira fase, as duas equipes se enfrentaram na semana passada na cidade de Granada, em jogo que terminou com vitória do Brasil por 81 a 73. Mas aquele resultado não ilude o técnico argentino Rubén Magnano e os jogadores.

"É uma grande seleção europeia, com jogadores altamente técnicos e não podemos ficar imaginando aquela vitória em Granada. É outra situação e outra história", avisou Magnano. "Aquela vitória não vale nada aqui", concordou o ala/pivô Anderson Varejão. O Brasil joga motivado depois de superar nas oitavas a rival Argentina, para quem vinha perdendo nos últimos encontros.

"Com certeza, será um grande jogo", aposta o ala Leandrinho. "Fizemos uma boa partida na primeira fase contra eles, mas agora é tudo diferente. Conhecemos melhor os jogadores deles e, da mesma forma, eles sabem como atuamos."

Se ganhar da Sérvia, o Brasil vai reencontrar outra seleção contra quem jogou na primeira fase. O adversário na semifinal será o vencedor do duelo entre Espanha e França, que também se enfrentam hoje, às 17h, pelas quartas de final.

Ontem, foi definida a primeira semi. Estados Unidos e Lituânia confirmaram o favoritismo, respectivamente contra Eslovênia e Turquia, e se enfrentam amanhã, em Barcelona, para ver quem estará na decisão.

Os Estados Unidos ganharam com certa tranquilidade da Eslovênia, por 119 a 76, enquanto que a Lituânia sofreu um pouco mais para derrotar a Turquia, por 73 a 61. Norte-americanos e lituanos tinham sido líderes de seus grupos na primeira fase. (AE)