Publicado 10 de Setembro de 2014 - 5h32

O alemão Michel Schumacher deu mais um passo no processo de recuperação do grave acidente que sofreu no fim do ano passado, quando esquiava nos Alpes franceses. Ontem, a assessora do maior campeão da história da Fórmula 1, Sabine Kehm, comunicou que ele foi liberado para seguir em casa o tratamento contra os sérios ferimentos que teve na cabeça.

Schumacher passou os últimos três meses sob cuidados de especialistas em um hospital na Suíça. "Daqui em diante, a reabilitação de Michael vai ser feita em sua casa. Considerando as graves lesões sofridas por ele, houve algum progresso nas últimas semanas e meses", disse a assessora do ex-piloto, que trabalha com o alemão desde a época em que estava na Fórmula 1.

De acordo com Sabine Kehm, porém, a recuperação ainda será longa e difícil. O dono de sete títulos da Fórmula 1 se acidentou em 29 de dezembro de 2013, ficando internado inicialmente, em coma, em um hospital de Grenoble, na França. Depois, em junho, acabou sendo transferido para Lausanne, na Suíça. "Queremos mostrar nossa gratidão a todo o time do CHUV Lausanne pelo competente trabalho. Nós pedimos que a privacidade da família de Michael continue a ser respeitada e que as especulações sobre seu estado de saúde sejam evitadas", afirmou Sabine. (AE)