Publicado 08 de Setembro de 2014 - 5h32

[TEXTO]O técnico Muricy Ramalho voltou a escalar o quarteto formado por Kaká, Ganso, Alexandre Pato e Alan Kardec. Com os quatro jogadores em campo, o São Paulo tem 100% de aproveitamento. Foram cinco jogos e cinco vitórias. A quinta delas ontem, no Morumbi, em cima do Sport por 2 a 0. A vitória, combinada com a derrota do Inter para o Figueirense por 3 a 2, levou o Tricolor à vice-liderança e reduziu a diferença para o líder Cruzeiro, de nove para sete pontos.

Após começar a jogar pelas laterais, o primeiro gol do São Paulo não demorou muito a acontecer. Aos 7’, Alan Kardec dominou na entrada da área, soltou para Paulo Henrique Ganso e passou para receber. O camisa 10, então, devolveu de primeira e o atacante cruzou rasteiro. Rithely ainda tentou cortar de carrinho, mas a bola entrou. O árbitro Bráulio Machado marcou gol contra.

Apesar da pressão são-paulina, o time pernambucano assustou aos 24’, quando Patric foi à linha de fundo e cruzou para Neto Baiano, que bateu para o gol, mandando a bola por cima da trave. Mas o Sport continuou dando muita liberdade para o São Paulo, que aproveitou e, aos 25’, marcou o segundo gol. Em rápido contra-ataque, Souza encontrou Alexandre Pato dentro da área, que dominou e bateu cruzado no canto direito de Magrão.

Com os dois gols de vantagem, a equipe paulista seguiu marcando a saída de bola do Sport, não deixando os visitantes respirarem. Aos 45’, no entanto, o time de Muricy Ramalho perdeu a chance de fazer o terceiro gol. Após receber a bola de Alan Kardec, Alexandre Pato, sozinho e com gol aberto, errou o chute e mandou para a linha de fundo.

O São Paulo voltou para o segundo tempo com a mesma proposta de pressionar o Sport. A equipe pernambucana, contudo, demonstrou uma postura diferente e avançou seus jogadores, fazendo com que o jogo ficasse aberto para as duas equipes. Aos 11’, Durval lançou para Erico Júnior, mas o auxiliar levou a bandeira de impedimento. Na pressão, o time paulista perdeu mais uma oportunidade de gol. Aos 14’, Alexandre Pato achou Alan Kardec na entrada da área em boa posição, mas o atacante mandou para cima do gol de Magrão.

Sem pressa, o São Paulo seguiu trocando passes. Aos 19’, quase conseguiu o terceiro, quando Paulo Henrique Ganso bateu escanteio no miolo da área, Alan Kardec subiu e cabeceou, porém, mandou a bola à esquerda do gol. Aos 26’, mais uma tentativa frustrada. Kaká cobrou escanteio, Alexandre Pato subiu e cabeceou no canto direito de Magrão, mas a bola passou muito perto do poste direito e saiu. Sem pressa, o São Paulo seguiu até o fim com troca de passes na defesa, apesar das tentativas do Sport de diminuir a diferença. (Da Agência Estado)[/TEXTO]

SÃO PAULO

Rogério Ceni; Paulo Miranda (Auro), Rafael Tolói; E. Silva, Reinaldo; Denilson, Souza; Ganso, Kaká (Boschilia); A. Pato (Osvaldo), Alan Kardec. Técnico: Muricy Ramalho.