Publicado 06 de Setembro de 2014 - 18h07

Abismo Prateado foi inspirado na música Olhos nos Olhos, de Chico Buarque

Divulgação

Abismo Prateado foi inspirado na música Olhos nos Olhos, de Chico Buarque

Abismo Prateado (HBO2, 18h45, 16 anos), de Karim Aïnouz (2012), foi inspirado na música Olhos nos Olhos, de Chico Buarque, mas não espere a mesma pegada romântica da canção lançada nos anos 1970. Violeta (Alessandra Negrini) é uma dentista de 40 anos, casada e com um filho. Um dia ela recebe mensagem do marido dizendo que ele está indo embora para Porto Alegre e ela começa uma viagem em busca dele. A força do filme está no olhar do diretor. Seja por causa da paisagem carioca sem os clichês turísticos e quase toda noturna, seja no modo como os planos se fecham sobre a protagonista em meio à balbúrdia da grande cidade enquanto ela está isolada no próprio mundo de dor, seja quando ele desconcerta o espectador com sua visão de paz interior em meio a essa mesma cidade, só que, agora, dominada pelo quase silêncio da madrugada. É lindo o Rio noturno visto pelos olhos de Karim Aïnouz, como é elegante a câmera seguindo os três personagens no aeroporto vazio. A sensibilidade de O Abismo Prateado está à flor da pele. Basta se deixar levar.