Publicado 08 de Setembro de 2014 - 11h12

Por Renata Passos

Renata Passos, especialista em coaching

AAN

Renata Passos, especialista em coaching

Você já notou a quantidade de pessoas que reclama da correria do dia-a-dia e que se mostra insatisfeita?

 

Uma recente pesquisa sobre trabalho e felicidade apontou que mais de setenta e cinco por cento das pessoas se diz insatisfeita com o seu trabalho ou com a empresa que presta serviço.

 

Conheço pessoas que tem este comportamento e também já fui uma delas.

Com o tempo e com a experiência, aprendi a acreditar menos nas emoções e mais - muito mais - nos fatos e no que a pessoa pode comprovar.

 

Nas sessões de Coaching Profissional, peço que o coachee me descreva sua agenda diária de trabalho.

 

Depois insiro os outros afazeres do dia-a-dia e as tomadas de decisão e compromissos fixos que não envolvem trabalho, mas que precisam ser feitos.

O resultado você pode prever: é assustador!!!

 

Só quando colocamos tudo que fazemos no papel é que as coisas tomam a forma que elas têm!

 

A agenda das mulheres, então, é de arrepiar...

 

O melhor dos trabalhos, aquele dos sonhos da maioria das pessoas, não resistiria a uma carga de responsabilidades e afazeres tão extensa.

 

Percebo muitas vezes que não se trata de O QUE se faz, mas COMO se faz, na quantidade que é feita e da forma que precisa ser realizada.

 

Sem perceber, seguimos acumulando responsabilidades e demandas além de nossas capacidades.

 

Damos "conta" do recado?

Claro que sim, mas a que preço?

O COMO é mais importante do que o O QUE!

Fazer um trabalho cheio de sentido e significado em grande quantidade faz de um ato de privilégio, o cumprimento de uma tarefa.

E segue ticando a tarefa como mais um item da lista. Feito. Realizado. Mais um dia, vamos para o próximo...

 

O que faz o nosso trabalho valer a pena, vai muito além dele mesmo. Nenhum trabalho é digno se feito de maneira irresponsável e automática.

 

Se for para fazer sem perceber, sentir, apreciar, pode ser feito por máquina.

O que traz a sensação de contentamento e missão cumprida, não é o realizar de mais uma tarefa, mas a percepção da tarefa em si.

O que faço é muito menos importante do que COMO eu faço.

 

O O QUE muitas vezes não esta em nossas mãos, o COMO sempre está sob nosso total controle.

 

Não defino o que faço completamente. É impossível gostar de TODAS as etapas de um longo processo, mas posso ESCOLHER FAZER TODAS DA MELHOR MANEIRA POSSÍVEL!

 

Isso se dá quando conseguimos ajustar a quantidade com a qualidade do que estamos fazendo. Não é só o produto que entregamos que precisa de qualidade: é o serviço que prestamos enquanto vendemos o produto.

Só conseguimos ajustar tempo e qualidade quando sabemos o que queremos, quem somos e até onde conseguimos suportar e dar conta dos prejuízos.

 

Se quisermos oferecer mais e melhor, talvez a saída seja fazer menos coisas e ter mais tempo para realizá-las de maneira que tenham maior valor.

Abrir mão hoje para ganhar amanhã depende não só do trabalho que realizamos, ele é só UM MEIO, mas de COMO queremos chegar ao final de mais uma semana, mais um ano, uma década!

 

Se você está insatisfeito, querendo mudar algo em sua vida e não sabe o que, experimente fazer esta agenda. Coloque todos os seus compromissos e tomadas de decisão e acompanhe durante duas semanas.

 

Mas vale todas as tarefas, desde participar de uma reunião, fazer lista de supermercado, abastecer o carro, ligar para um cliente, pegar filho na escola, responder mensagens liste tudo!

 

Depois leia e veja por quanto tempo você acredita que consegue manter assim?

Se você acredita que não consegue por mais de um ano, está na hora de mudar agora!

 

Todas as pessoas que não conseguem mudar nada e que são especialistas em desculpas para fazer sempre a mesma coisa da mesma forma transformam suas vidas e agendas assim que recebem um diagnóstico médico de uma doença grave!

Como elas fazem isso?

Mudando prioridades.

 

A saúde sobe da última preocupação para a primeira em minutos.

Se o COMO esta difícil, use o tempo a seu favor.

Não espere nada, nem ninguém e nenhuma situação ruim acontecerem!

Ajuste o que você faz ao COMO você gostaria de fazer.

 

Pode não ser para este mês, ou este ano, mas coloque como prioridade, ANTES que alguma coisa ou alguém faça isso para você!

Simples assim, só isso e a vida segue mais leve a cada dia!!!!

Escrito por:

Renata Passos