Publicado 08 de Setembro de 2014 - 7h55

A vendedora Priscila Valdívia Costa, de 32 anos, conhecida como Pri, foi presa em flagrante, na madrugada deste sábado (6), com 41 kg de maconha, um de cocaína e um revólver calibre 38 em casa.

 

A polícia chegou até a mulher por meio de denúncias anônimas de que ela traficava nas imediações da casa onde foi presa, à Rua Tibúrcio Gabriel Torres Monteiro, na Vila Hortência, zona leste da cidade.

 

Ao ser abordada quando saia do endereço, Pri disse que não morava lá, mas em uma casa na Vila Haro, também na zona leste. O objetivo era evitar que houvesse uma busca no local e que a droga fosse achada.

 

Mas os policiais encontraram 80 fraconetes de cocaína com ela e não tiveram dúvidas em vistoriar a casa. Mesmo porque as denúncias anônimas diziam que ela morava na Vila Hortência e não na Vila Haro.

 

A maior parte da cocaína estava em um quarto nos fundos do imóvel. Dentro de uma caixa de papelão, logo em seguida, os policiais localizaram 34 tijolos de maconha e um de cocaína.

 

O revólver estava dentro do guarda-roupa. Além da arma, foram achados no local 14 projéteis intactos dos calibres 22, 32 e 38. Havia ainda mais R$ 4.318 em dinheiro e um colete à prova de balas.