Publicado 06 de Setembro de 2014 - 12h25

Por Ana Cristina Andrade

Land Rover está sendo alvo de investigação, segundo Wilson Lavorenti

Del Rodrigues/ Gazeta de Piracicaba

Land Rover está sendo alvo de investigação, segundo Wilson Lavorenti

Uma ação conjunta entre policiais civis dos 1° e 7° Distritos Policiais e a DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Piracicaba levou à prisão pai e filho, moradores de Santa Bárbara D’Oeste, que estavam vendendo um Toyota Corolla clonado pela internet. Só não contavam que os “clientes” que fizeram a encomenda eram da polícia.

Os policiais chegaram até eles durante investigações sobre furtos e roubos de veículos.

 

Os dois foram presos em um posto de combustível da avenida Independência, em Piracicaba, ponto onde seria feita a entrega do carro.

 

O veículo, que custa cerca de R$ 47 mil, estava sendo vendido a R$ 9.600. A placa não indicava nada de errado, mas o chassi apontou que o carro foi roubado em Sumaré. A dupla foi para a cadeia por receptação e adulteração de sinal do motor.

 

Toyota Corolla, roubado, estava sendo vendido a R$ 9.600 pela internet

 

 

 

 

Toyota Corolla, roubado, estava sendo vendido a R$ 9.600 pela internet

Créditos: Del Rodrigues/ AAN

 

 

 

 

 

 

Ainda ontem uma equipe da DIG apreendeu, em um estacionamento da avenida Professor Alberto Vollet Sachs, uma camionete Land Rover Evoque Pure, avaliada em mais de R$ 200 mil, mas que foi comprada por R$ 100 mil e sem recido de compra e venda. Um comerciante falou que a trocou em outro estacionamento.

 

O outro, do estacionamento que teria aceitado a troca, disse ao delegado Wilson Lavorenti que comprou de dois autônomos.

 

“No mínimo é estranho não pegarem recibo de venda de um veículo desses. As investigações irão continuar”. Os homens foram liberados. 

Escrito por:

Ana Cristina Andrade