Publicado 10 de Setembro de 2014 - 8h26

O vírus Ebola foi detectado na Guiné no início do ano e depois se propagou a Serra Leoa, Libéria e Nigéria

AFP PHOTO / CELLOU BINANI

O vírus Ebola foi detectado na Guiné no início do ano e depois se propagou a Serra Leoa, Libéria e Nigéria

O jovem guineano que era o único caso confirmado de paciente com o vírus do Ebola em Senegal está curado, anunciou o ministério da Saúde do país.

"Realizamos exames de controle em duas oportunidades. Não tem mais o vírus. Está curado", declarou o médico Pape Amadou Diack, diretor do departamento de saúde do ministério.

"Era um caso importado a Senegal. Assumimos o caso e, graças a Deus, temos este resultado", completou Diack.

O jovem guineano, um estudante, recebeu atendimento no hospital Fann de Dacar.

O Senegal, depois de vários alertas falsos, se tornou no fim de agosto o quinto país afetado pela epidemia de febre hemorrágica na África Ocidental, após a entrada do estudante guineano um pouco antes do fechamento das fronteiras com Guiné em 21 de agosto.

Sessenta e sete pessoas que estiveram em contato com o guineano estão sendo monitoradas em Dacar, segundo o ministério da Saúde. Até o momento não apresentaram sintomas.

O vírus Ebola foi detectado na Guiné no início do ano e depois se propagou a Serra Leoa, Libéria e Nigéria.

A epidemia, a mais grave desde a identificação do vírus em 1976, provocou 2.296 mortes em 4.293 casos, segundo o balanço mais recente da Organização Mundial da Saúde (OMS), de 6 de setembro.