Publicado 10 de Setembro de 2014 - 8h19

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, realizou nesta quarta-feira um apelo de última hora aos escoceses para que rejeitem a independência da Escócia no referendo previsto para a próxima semana, no momento em que as pesquisas apontam um empate.

Em um artigo publicado no Daily Mail, antes de uma viagem surpresa à Escócia para tentar preservar 300 anos de união, Cameron advertiu que a independência seria um "salto no escuro".

"O Reino Unido é algo precioso e especial. É isto que está em jogo, que ninguém na Escócia tenha dúvidas (...). Queremos que fiquem, não queremos que esta família de nações seja destruída", escreveu Cameron.

"Se o Reino Unido se desmembrar, isto será para sempre, então a escolha para vocês é clara: um salto no escuro votando 'sim' ou um futuro luminoso para a Escócia votando 'não'".

"Vocês podem ter o melhor dos dois mundos no Reino Unido", disse Cameron sobre a permanência na união mas com maiores prerrogativas, especialmente envolvendo as questões fiscais.