Publicado 09 de Setembro de 2014 - 22h05

Por France Press

Presidente da Rússia, Vladimir Putin durante discurso sobre a crise com a Ucrânia

France Press

Presidente da Rússia, Vladimir Putin durante discurso sobre a crise com a Ucrânia

O presidente russo, Vladimir Putin, disse nesta terça-feira (9) ao seu homólogo ucraniano, Petro Poroshenko, que Moscou está determinado a encontrar uma saída pacífica para o conflito na Ucrânia, anunciou o Kremlin.

Em uma conversa por telefone de ambos os líderes, "Vladimir Putin confirmou a disposição da Rússia em contribuir com uma solução pacífica para a crise", declarou o serviço de imprensa do Kremlin em um comunicado.

Esta conversa aconteceu em meio a uma frágil trégua entre as tropas ucranianas e os rebeldes, que vem sendo respeitada apesar de combates esporádicos.

Os dois presidentes destacaram "a importância de se garantir um cessar-fogo duradouro entre ambas as partes no conflito interno na Ucrânia", acrescentou o comunicado.

Kiev e os separatistas pró-russos assinaram na sexta-feira uma trégua para acabar com cinco meses de combates no leste da Ucrânia.

 

Veja também

Escrito por:

France Press