Publicado 03 de Setembro de 2014 - 11h20

Brett e Naghemeh King, pais de Ashya King, concederam entrevista nesta quarta-feira (3) em Sevilha, na Espanha

AFP

Brett e Naghemeh King, pais de Ashya King, concederam entrevista nesta quarta-feira (3) em Sevilha, na Espanha

Os pais poderão ficar com o filho o tempo todo, mas não poderão tirá-lo do hospital até que se resolva a questão da custódia do menor

Os pais do menino Ashya King conseguiram ver seu filho, segundo o hospital de Málaga, sul da Espanha, e poderão permanecer com ele, mas não poderão tirá-lo do estabelecimento, já que não possuem no momento sua custódia, informou uma fonte hospitalar à AFP.

"Os pais viram o filho normalmente, sem problemas", indicou a fonte, acrescentando que foi um momento muito emotivo.

Os pais poderão ficar com o filho o tempo todo, mas não poderão tirá-lo do hospital até que se resolva a questão da custódia do menor, que está nas mãos de um juiz britânico.

Ao chegar ao hospital, os pais foram, em princípio, impedidos de ter acesso ao quarto do filho devido a este problema.

 

Veja também