Publicado 16 de Setembro de 2014 - 9h21

Por Inaê Miranda

Pista à esquerda será aberta para quem segue da D. Pedro I em direção a Paulínia no Trevo de Barão Geraldo: obra entregue antes do prazo

Cedoc/ RAC

Pista à esquerda será aberta para quem segue da D. Pedro I em direção a Paulínia no Trevo de Barão Geraldo: obra entregue antes do prazo

A passagem inferior do trevo de Barão Geraldo, que faz a ligação entre a pista marginal da D. Pedro I (SP-065), sentido Anhanguera, e Rodovia Professor Zeferino Vaz (SP-332), foi liberada pela Concessionária Rota das Bandeiras. A liberação deve melhorar o fluxo de veículos, especialmente de quem segue da D. Pedro I para os municípios de Paulínia e Cosmópolis. Já o trecho que continua em obras, e que permitirá o acesso de quem segue do Tapetão para o distrito de Barão Geraldo, deve ficar pronto até o dia 30 de outubro.

O acesso à nova pista ocorre no Km 138,5 da D. Pedro I, o mesmo já utilizado por quem segue em direção a Barão Geraldo. A alça passa a funcionar em duas faixas, e há uma bifurcação 700 metros à frente. O motorista que desejar acessar a Rodovia Professor Zeferino Vaz deve pegar a pista à esquerda. Com isso, não precisará mais utilizar as três alças do trevo para chegar até a Zeferino Vaz. De acordo com a concessionária, as alças seguirão em operação e poderão ser utilizadas pelos usuários que porventura passem pelo novo acesso. Todo o trecho será devidamente sinalizado.

O engenheiro responsável, Abner Toledo, afirmou que a abertura na nova alça hoje foi antecipada em 45 dias. “A intenção era entregar junto com a obra do elevado, mas vimos que era possível antecipar e decidimos fazer isso para melhorar o conforto do usuário. Com a liberação dessa alça, o usuário não tem mais conflito de destinos. Haverá uma alça exclusiva para cada local”, afirmou. Toledo ressaltou entretanto que a abertura não significa que o trevo está pronto. “Máquinas e funcionários continuarão trabalhando. A gente pede que o usuário continue respeitando a sinalização porque o trecho continua em obras”.

Trevo

Esta é a última alça liberada da obra de reformulação do trevo de Barão Geraldo. Anteriormente, já haviam sido entregues outras quatro pistas auxiliares. Para a conclusão das obras no local, resta agora a conclusão do elevado do Tapetão, que passará sobre a passagem inferior a ser liberada hoje. A previsão inicial da Concessionária era de que a obra fosse entregue até o dia 30 de outubro, mas a equipe de engenharia responsável pela intervenção estima que a liberação para o tráfego poderá ser feita antes desse prazo. “Está praticamente pronto. Estamos fazendo encaixes, implantação do pavimento e drenagens. Se as condições meteorológicas se mantiverem, vamos concentrar esforços para antecipar”, disse.

Os motoristas que utilizam o trevo de Barão Geraldo estão ansiosos. “Vai melhorar, vai ficar 100% quando liberarem tudo”, afirmou o motorista Wagner Barbosa. “Vai facilitar porque vai tirar o “x” que tinha antes”, afirmou o administrador Fábio Sassaki.

As obras no acesso a Barão Geraldo tiveram início em setembro do ano passado. A reestruturação do trevo tem investimento de R$ 8,7 milhões e faz parte de uma série de melhorias complementares às obras de construção e adaptação das marginais da D. Pedro I, entre o Km 129 (Leroy Merlin) e o Km 145,5 (acesso à Anhanguera).

 

Escrito por:

Inaê Miranda