Publicado 06 de Setembro de 2014 - 11h40

Por Adriana Leite

Obras de expansão do Iguatemi, que terá mais cem lojas e vai gerar 1,5 mil novos empregos

Elcio Alves/ AAN

Obras de expansão do Iguatemi, que terá mais cem lojas e vai gerar 1,5 mil novos empregos

A Iguatemi Empresa de Shopping Center (IESC) comercializou até agora mais de 70% da área bruta locável (ABL) da expansão do Shopping Center Iguatemi Campinas. A nova ala terá 20 mil metros quadrados de ABL. A ampliação vai alçar o centro de compras ao maior em espaço de vendas do grupo.

 

O Iguatemi terá 106 mil metros quadrados a partir de abril do próximo ano, quando a ampliação será inaugurada.

 

A estimativa é que o faturamento do shopping aumente 35% e que sejam gerados 1.500 novos empregos diretos - o que fará dele um dos maiores empregadores da cidade, com mais de 7 mil vagas diretas. 

A projeção dos empreendedores é uma alta de 25% a 30% no volume de público. Por mês, o Iguatemi Campinas recebe 1,9 milhão de visitantes. O grupo investe R$ 190 milhões na expansão do shopping.

 

A empresa também administra o Galleria Shopping Center, que passou por uma modernização em 2012 e consumiu R$ 30 milhões.

A estratégia da empresa para reforçar o mix da nova ala é apostar em marcas - nacionais e internacionais - que estão chegando agora no Interior.

 

Um dos nomes confirmados pelo grupo anunciou é a GAP, marca norte-americana que terá uma loja de 800 metros quadrados onde comercializará moda feminina, masculina e infantil.

 

A unidade terá o mesmo padrão dos estabelecimentos instalados em outros países.

O vice-presidente Comercial da IESC, Fernando Simões, afirmou que o foco do Iguatemi Campinas é ser um centro de compras regional e que ofereça diferenciais como marcas exclusivas.

 

“A loja da GAP será a primeira da marca fora de capitais. Já comercializamos mais de 70% da ABL. Serão pouco mais de 100 lojas na nova ala”, comentou.

 

Ele salientou que a expansão terá novos restaurantes, uma academia de ginástica Bodytech e um novo complexo de cinemas da rede Cinemark. 

O vice-presidente afirmou que o Iguatemi Campinas é um dos empreendimentos mais valorizados do grupo. Simões pontuou que em faturamento ele disputa a segunda posição com um empreendimento do grupo no Rio Grande do Sul e o JK Iguatemi, em São Paulo. O primeiro posto é do Iguatemi São Paulo.

“Com a expansão, o Iguatemi Campinas deverá consolidar a segunda posição em volume de vendas entre os empreendimentos do grupo”, comentou. O vice-presidente afirmou que a empresa aposta no Interior de São Paulo.

“Nos últimos anos, investimos na expansão do Galleria e inauguramos shoppings em Ribeirão Preto, Sorocaba e São José do Rio Preto”, disse.

A ampliação do Iguatemi Campinas será entregue no ano que vem. “Os investimentos chegarão a R$ 1 bilhão”, detalhou. O grupo também injeta recursos em outlets.

 

“Temos um empreendimento desse segemento na região Sul e nos próximos dois a três anos teremos mais um estabelecimento no Rio Grande do Sul e outro em Minas Gerais”, afirmou o vice-presidente Comercial da IESC.

A inauguração da nova ala do Iguatemi Campinas está prevista para abril de 2015, mas a data ainda não foi confirmada. De acordo com o grupo, o cronograma vem sendo cumprido, mesmo depois de paralisações na obra em decorrência da morte de dois operários quando uma laje cedeu em maio deste ano.

 

Veja também

Escrito por:

Adriana Leite