Publicado 05 de Agosto de 2014 - 9h46

Tribunal de Justiça fará concurso para escrevente técnico com salário de R$ 4.528,31; há vagas para Campinas

Divugação

Tribunal de Justiça fará concurso para escrevente técnico com salário de R$ 4.528,31; há vagas para Campinas

Aos interessados em ingressar na carreira pública, o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) irá lançar um concurso com vagas para o cargo de Escrevente Técnico Judiciário. As oportunidades estão dividas entre as dez unidades regionais do órgão, incluindo a cidade de Campinas. 

O órgão aguarda apenas um parecer do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para fechar o número definitivo de vagas e publicar os editais de abertura de inscrições, previstos para ser liberados no decorrer de agosto. A expectativa é que cerca de 1.000 vagas sejam disponibilizadas.

Você também poderá se interessar por:

Campinas divulga editais para 2 concursos com 471 vagas

Prefeitura de Campinas abre concurso para contratar professores

O atraso na divulgação do edital aconteceu porque um candidato entrou com ação contra a realização de novo concurso para o cargo, alegando que ainda existem remanescentes do concurso de 2012 para ser convocados. Porém, de acordo com a juíza assessora da presidência do órgão, Maria Fernanda Rodovalho, para as maiores regiões, como São Paulo e Santos, já não existem remanescentes, sendo necessária a realização do novo concurso.

Exigências e atributos

Para concorrer é necessário possuir ensino médio. A remuneração inicial da carreira é de R$ 4.848, incluindo o salário de R$ 3.878, auxílio-saúde de R$ 200, auxílio-alimentação de R$ 29 por dia auxílio-transporte de R$ 6 por dia, considerando 22 dias.

Sobre a Vaga

Técnico Judiciário é um servidor público do quadro de pessoal do Tribunal de Justiça dos estados e do Distrito Federal. É seu dever participar de comissões, quando lhe for solicitado, e de treinamentos diversos de interesse da administração, executar os serviços de expediente, servir nas audiências, elaborar e digitar pautas de publicação, desenvolver atividades em geral dos órgãos onde trabalham, elaborar certidões e relatórios, indexar documentos, atender ao público, entre outras atividades a ele incumbidas pelo seu superior.

Existe ainda o Escrevente Técnico Judiciário, cujas atribuições estão previstas no Código de Processo Civil, no artigo 141. Entre suas atribuições estão: redigir, em forma legal, os ofícios, mandados, cartas e outros documentos necessários ao seu ofício; executar as ordens judiciais; comparecer às audiências ou designar para substituí-lo um escrevente, datilógrafo ou taquígrafo; ter, sob sua guarda e responsabilidade, os autos dos processos que acompanha; entre outras atribuições especificadas por cada estado.

Resumo das atribuições

- Executar atividades relacionadas à organização dos serviços que envolvam as funções de suporte técnico e administrativo às unidades do Tribunal de Justiça

- Dar andamento em processos judiciais e administrativos

- Atender ao público interno e externo

- Elaborar e conferir documentos

- Controlar a guarda do material de expediente

- Atualizar-se quanto a legislação pertinente a área de atuação e normas internas

Inscrição e Avaliação

Já está confirmado que a organizadora será a Fundação Vunesp e serão mantidos os conteúdos programáticos. Nos concurso anteriores, a seleção contou com provas objetivas na primeira fase e prova prática de digitação na segunda. Na parte objetiva foram 80 questões, sobre língua portuguesa (30), conhecimentos em direito (38) e conhecimentos gerais, incluindo atualidades (4), matemática (4) e informática.

As inscrições estarão disponíveis ainda este mês. Acompanhe a página RAC Educação para conferir os prazos. 

Vale lembrar que a RAC criou um hotsite exclusivo para dar suporte ao candidato que almeja alcançar carreira no setor público. 

 

Clique Aqui para adquirir uma apostila completa para o cargo de Escrevente Técnico Judiciário.

Veja também