Publicado 31 de Julho de 2014 - 12h30

Hoje, Renna responde ao processo em liberdade devido aos problemas de saúde

Divulgação

Hoje, Renna responde ao processo em liberdade devido aos problemas de saúde

O ex-secretário de Administração da Prefeitura de Sorocaba há duas gestões, que foi preso em 2009 acusado de pedofilia, Januário Renna, de 68 anos, foi inocentado no processo, nesta quarta-feira (30), na acusação de manter fotos pornográficas infantis em seu computador.

Hoje, Renna responde ao processo em liberdade devido aos problemas de saúde que apresenta. Em 2009, ele foi flagrado em um motel de Itu com três adolescentes de Salto.

Ele foi condenado a mais de 51 anos de prisão, posteriormente reduzidos a 13 anos e 8 meses.

A liberdade foi conseguida por meio de um habeas corpus e de um embargo infringente. Mas esse último ainda será julgado pelo Superior Tribunal de Justiça.

Portanto, o ex-secretário ainda pode ser preso pelo crime de pedofilia em flagrante e corrupção de menores.