Publicado 03 de Maio de 2014 - 10h06

Arouca foi confirmado ontem durante o treino

Reprodução/Site do Santos

Arouca foi confirmado ontem durante o treino

O Santos precisa vencer e convencer contra o Grêmio, em crise, neste sábado (3), às 18h30, na Vila Belmiro, para fazer as pazes com a torcida e embalar no Campeonato Brasileiro. Arouca se recuperou de lesão na coxa e está confirmado no meio-campo com Alan Santos e Cícero. Oswaldo de Oliveira dá mais uma oportunidade para Leandro Damião reencontrar o caminho do gol e Geuvânio, melhor jogador do Campeonato Paulista, continua na reserva. Será o encontro de dois times que fracassaram no estadual e que não atravessam bom momento. O mais pressionado é o Grêmio, após a desclassificação, em casa, na Copa Libertadores da América.

Nos dois últimos dias, Oswaldo trabalhou o time em triangulações pelos lados do campo, finalizações e em cruzamentos altos para o aproveitamento de Leandro Damião e Cícero. É que o Grêmio deve se fechar para tentar chegar à vitória explorando os contra-ataques.

"Independentemente da situação de momento, Grêmio e Santos são equipes muito fortes e que vão encontrar o seu melhor futebol brevemente. Sabemos bem a grandeza desse jogo, da sua importância, e vamos da nossa parte tentar da melhor maneira sair com a vitória", disse Oswaldo, depois do treino desta sexta (2).

O Brasileiro só está na terceira rodada e Oswaldo já enfrenta sérias dificuldades. A principal é fazer com os jogadores mais novos recuperem a confiança perdida nas finais de triste lembrança do Campeonato Paulista, contra o Ituano. E, a mais difícil: encontrar a sintonia fina do ataque, sem prescindir de Damião.

A nova tentativa do treinador é formar a linha ofensiva com Gabriel na direita, Cícero centralizado, Thiago Ribeiro na esquerda, e com Damião mais avançado. No primeiro tempo contra o Coritiba não funcionou. Oswaldo repete o teste neste sábado, mesmo sob o risco de vaias ao primeiro erro do atacante referência.