Publicado 01 de Maio de 2014 - 12h34

Mesmo em má fase, Leandro Damião não pode reclamar de falta de oportunidades no Santos. Criticado pela torcida, que pede sua saída da equipe, o jogador tem sido mantido por Oswaldo de Oliveira e deve continuar assim neste sábado, diante do Grêmio, na Vila Belmiro pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

Nesta quinta-feira (1º), Oswaldo de Oliveira comandou rápido treinamento coletivo no CT Rei Pelé e deixou Damião entre os titulares. O treinador manteve o mesmo ataque que enfrentou o Coritiba no último sábado, com Thiago Ribeiro e Gabriel na equipe. Pior para Geuvânio, que segue entre os reservas

Mas o Santos deve ter uma alteração para este final de semana. No meio de campo, Alan Santos foi bem contra o Coritiba, quando entrou na vaga do contundido Arouca, e deve ser mantido. Assim, quem provavelmente perderá a titularidade será Alison, que trabalhou entre os reservas nesta quinta.

De resto, o Santos deve ser o mesmo que pegou o Coritiba, com: Aranha; Cicinho, David Braz, Jubal e Emerson; Alan Santos, Arouca e Cícero; Gabriel, Thiago Ribeiro e Leandro Damião. O zagueiro Neto continua fora. Depois de ser liberado do departamento médico, recuperado de lesão na coxa esquerda, ele faz trabalhos físicos para recuperar o condicionamento.

Mena

 

Outro que será desfalque no sábado é o lateral-esquerdo Mena, que se recupera de um problema no tendão de Aquiles da perna direita. Ele está sendo observado pelo médico da seleção chilena, Fernando Bacci, e há, inclusive, a possibilidade de que ele seja poupado pelo Santos e não atue mais até a Copa do Mundo.

O contrato de empréstimo de Mena com o Santos termina no fim do mês e o clube deve depositar 1,5 milhão de dólares à Universidad de Chile nos próximos dias para ficar com o jogador. O Comitê de Gestão se reuniu e decidiu que comprará os direitos do lateral por entender que ele tem tudo para valorizar durante a Copa do Mundo.