Publicado 01 de Maio de 2014 - 21h18

Por Carlos Rodrigues

Fumagalli será o responsável por municiar o ataque bugrino

Leandro Ferreira/AAN

Fumagalli será o responsável por municiar o ataque bugrino

A entrada de Fumagalli é a única novidade do Guarani para a partida deste sábado (3), contra o Madureira, pela segunda rodada da Série C. O técnico Evaristo Piza confirmou o time titular em treinamento coletivo realizado na quinta-feira (1) e garantiu a volta do meia, recuperado de um desconforto muscular na coxa direita que o tirou do jogo contra o São Caetano. O escolhido para deixar a equipe foi o atacante Leleco.

O treinador também optou pela manutenção do esquema com três volantes e apenas um meia. Assim, Fumagalli é o responsável pela armação, deixando Fabinho mais adiantado ao lado de Silas. "Com a presença do Fumagalli, achei interessante seguir com esse losango no meio, tendo o Hélio de primeiro volante e as saídas do Samuel e do Simião pelos lados", afirma o comandante. "Eu não quis mudar o modelo de jogo até pelo pouco tempo. A equipe deu uma encaixada legal na marcação", completa Piza, explicando que a saída de Leleco aconteceu por motivos táticos e não técnicos.

No gol, Juliano acabou perdendo espaço. Escolhido para ser o titular na partida de estreia, ele desfalcou o time em virtude de uma gripe e deu lugar a Wanderson, que agradou o treinador e será o dono da camisa um. "O Wanderson entrou, fez boa partida e optamos por mantê-lo", comenta Piza. "Fico feliz pela oportunidade. Infelizmente, não vencemos o São Caetano, mas acredito que tive uma boa noite lá", destaca o goleiro.

Escrito por:

Carlos Rodrigues