Publicado 01 de Maio de 2014 - 5h30

A presidente Dilma Rousseff anunciou ontem que a tabela do Imposto de Renda será corrigida. A afirmação foi feita em pronunciamento em cadeia nacional de rádio e televisão em homenagem ao Dia do Trabalho. A presidente disse que assinou uma medida provisória que será publicada na edição de amanhã do “Diário Oficial” da União. O reajuste na tabela do Imposto de Renda será de 4,5%. “Isso vai significar um ganho salarial indireto e mais dinheiro no bolso do trabalhador”, disse.

Dilma anunciou também um reajuste de 10% no benefício do Bolsa Família. O objetivo, segundo ela, é fazer com que os 36 milhões de brasileiros beneficiários do programa Brasil sem Miséria permaneçam acima da linha da extrema pobreza definida pela Organização das Nações Unidas. No pronunciamento, a presidente assumiu ainda o compromisso de continuar a política de valorização do salário mínimo, que, segundo ela “tem sido um instrumento efetivo para a diminuição da desigualdade e para o resgate da grande dívida social que ainda temos com os trabalhadores mais pobres”. (Agência Estado)