Publicado 02 de Maio de 2014 - 19h05

Há quem ache O Concurso (Telecine Premium, 22h, 12 anos), de (2013), de Pedro Vasconcelos (2013), mais uma dessas comédias brasileiras apelativas, mas o simples fato de não ter escatologias, para mim, já é um alento. O filme aposta na piada óbvia do gaúcho gay (Fabio Porchat), do carioca malandro (Danton Mello), do paulista caipira e nerd (Rodrigo Pandolfo) e do cearense religioso (Anderson Di Rizzi). São estereótipos, claro, mas é melhor isso do que piadas de mau gosto. E tem Fabio Porchat, sempre garantia de inteligência, além de bom ator. Um grupo de três amigos passou num concurso público para juiz, mas ainda precisa enfrentar a última etapa, que será realizada no Rio de Janeiro. Lá eles encontram um quarto candidato, que acaba envolvendo todos numa grande confusão ao tentar conseguir o gabarito da prova. Além de apostar no clichê, ele também faz algumas críticas sociais. Nada demais, porém, não é tão execrável como a crítica, no geral, o considerou. Da safra de comédias que inundam o cinema brasileiro, esta é bem razoável.