Publicado 01 de Maio de 2014 - 5h30

O Cruzeiro garantiu sua vaga nas quartas de final da Copa Libertadores ao derrotar por 2 a 0 o Cerro Porteño, do Paraguai, ontem à noite, em Assunção. Assim, o time mineiro avançou mesmo após ter apenas empatado com o Cerro por 1 a 1, em casa, em uma partida em que só conseguiu igualar o placar no último lance, com o gol marcado de Samudio. Dessa vez, os heróis cruzeirenses foram o zagueiro Dedé e o atacante Dagoberto, que iniciou o duelo no banco. Já o Grêmio, mesmo em casa e fazendo 1 a 0 no San Lorenzo no tempo normal, acabou eliminado nas penalidades por 4 a 2.

Cruzeiro e Cerro fizeram um jogo nervoso e sem gol no primeiro tempo. Aos 32’ da etapa final, a situação se complicou para a Raposa, que perdeu o zagueiro Bruno Rodrigo, expulso. Mas logo depois, aos 34’, o time mineiro abriu o placar da partida. Everton Ribeiro cobrou falta da intermediária e Dedé cabeceou para as redes.

O gol enervou o Cerro Porteño, que teve Corujo expulso por chutar Dagoberto, e também Guiza, que já havia sido substituído, por reclamação. Já nos acréscimos, Dagoberto aproveitou vacilo da defesa do Cerro e chutou rasteiro para fazer 2 a 0, aos 48’. Assim, o Cruzeiro avançou no torneio continental, mais uma vez fora de casa e com muita emoção.

Em Porto Alegre, o Grêmio venceu o San Lorenzo com gol de Dudu aos 38’ do segundo tempo. O jogo então foi para as penalidades. O primeiro batedor foi Barcos, para o Grêmio, mas perdeu. Torrico defendeu. Ortigoza converteu para o San Lorenzo. Riveros fez o primeiro do Grêmio em seguida, igualando o placar. Matos marcou para os argentinos e Maxi Rodríguez perdeu a segunda para o Grêmio. Blandi fez para o San Lorenzo. Rodriguinho deu vida ao Grêmio ao acertar o seu. Mas Buffarini fez o gol que encerrou a partida.

O San Lorenzo terá pela frente agora o Cruzeiro nas quartas de final. (Das agências)

Atlético-MG precisa de 2 gols de vantagem

O Atlético Mineiro entra em campo hoje por uma vaga nas quartas de final da Libertadores. O Galo recebe o Atlético Nacional, da Colômbia, às 19h15, no Independência, e precisa da vitória por dois gols de diferença para avançar, já que os colombianos ganharam a primeira partida por 1 a 0. Se o Galo vencer pelo mesmo placar, a decisão vai para os pênaltis. O time treinou cobranças e o destaque foi o goleiro Victor, com quatro defesas. (AAN)