Publicado 03 de Maio de 2014 - 5h00

Por Da redação

Representantes do governo estadual vistoriaram obras na cidade

Divulgação/ Fabio Nunes

Representantes do governo estadual vistoriaram obras na cidade

A reforma da rodoviária municipal de Nova Odessa deve começar no dia 1º de junho. A data foi confirmada pelo diretor-presidente da EMTU, Joaquim Lopes, que esteve na sexta-feira (2) na cidade acompanhando o secretário de Estado dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes.

A obra faz parte do projeto do Corredor Metropolitano Bileo Soares.

Fernandes foi recebido pelo prefeito de Nova Odessa, Benjamim Bill Vieira de Souza, para acertar detalhes das obras de revitalização da avenida Ampélio Gazzetta, além do projeto de reforma da rodoviária.

 

Ambos vistoriaram as obras em andamento e também a atual rodoviária, no Centro.

De acordo com Lopes, a do Corredor emprega hoje, direta ou indiretamente, cerca de 150 funcionários. Seu prazo para conclusão está mantido em dezembro de 2014.

O secretário de Transportes Metropolitanos reforçou que o objetivo da interligação Campinas-Santa Bárbara d’Oeste é facilitar a mobilidade entre as cidades do eixo e tirar o transporte coletivo da Rodovia Anhanguera.

 

“Essa região que está recebendo as obras da corredor concentra 75% da mobilidade de toda a Região Metropolitana de Campinas, principalmente aquilo que chamamos de movimento pendular – pessoas que se deslocam para trabalhar ou estudar diariamente e voltam ao ponto de partida”, explicou.

O prefeito destacou mais uma vez a importância do investimento do Estado.

“A prefeitura dá apoio com sua equipe de engenharia e trânsito, mas os recursos são estaduais. Isso demonstra a importância dessa região – que tem destacado como um polo de tecnologia – para o Governo do Estado”, disse.

“Com essas obras, o transporte coletivo ficará mais rápido e mais eficiente. Trajetos que hoje levam até 75 minutos, poderão ser feitos em 60 minutos. Com isso, estamos incentivando o trabalhador a se deslocar de ônibus e não com seu carro pessoal. Isso traz benefício para o trânsito, para o meio ambiente e para a saúde de nossa população”, completou Bill.

A reforma da rodoviária prevê a reorganização e revitalização de todo o espaço, como novos guichês, novas salas e maior comodidade aos usuários. De acordo com o prefeito, o objetivo, após a remodelação, é ampliar o serviço de transporte interestadual.

O corredor

O trecho que engloba Nova Odessa, Americana e Santa Bárbara d’Oeste é de 24,3 quilômetros e tem investimento previsto de R$ 145 milhões.

Todos os terminais, estações de transferência e estações de embarque e desembarque serão acessíveis, com piso podotátil, rampas e corrimãos.

O projeto ainda prevê implantação de ciclovia ao longo da avenida Ampélio Gazzetta e a construção do complexo viário Jean Nicolini, ao final da avenida Ampélio Gazzetta.

 

Veja também

Escrito por:

Da redação