Publicado 14 de Maio de 2014 - 16h27

Por France Press

O ex-presidente americano Bill Clinton criticou as alegações republicanas de que a saúde de sua esposa, Hillary, poderia prejudicar sua candidatura para a Casa Branca, insistindo nesta quarta-feira (14) que ela está em melhor forma do que ele. "Ela malha toda semana, ela é forte, ela está ótima", disse Clinton em Washington.

"Até onde posso dizer, ela está em melhor forma do que eu. Ela certamente parece ter mais energia agora", declarou.

Se decidir concorrer, a ex-secretária de Estado, de 66 anos, deve ser a favorita à candidatura democrata para as eleições presidenciais de 2016, e os republicanos não escondem que planejam organizar uma oposição a sua candidatura.

Mas seu marido ironizou as declarações do estrategista republicano Karl Rove, que havia afirmado que Hillary sofreu uma lesão cerebral em uma queda acontecida em 2012.

"Primeiro eles disseram que ela fingiu ter tido uma concussão (pancada violenta, ndlr)", disse Bill Clinton, referindo-se às acusações republicanas de que ela havia superestimado seus ferimentos para adiar um depoimento sobre o ataque terrorista de 2012 contra a missão americana em Benghazi, na Líbia, que matou quatro americanos.

"Agora eles dizem que ela está fazendo testes para um papel em 'The Walking Dead'. Quer dizer, você sabe, (falam) o que for preciso", declarou Clinton com um sorriso.

Embora tenha declarado que nada sugere que sua esposa tenha ficado mentalmente incapacitada, Bill Clinton ficou sério ao reconhecer a gravidade do acidente.

"Foi uma concussão terrível que exigiu seis meses de trabalho muito sério para superar", declarou, acrescentando que foi algo que ela "nunca tentou fingir que não havia acontecido".

"Agora eles dizem que ela realmente teve uma lesão cerebral", disse Clinton, retomando o tom bem-humorado. "Se isso aconteceu, então devo estar mesmo mal, porque ela ainda é mais rápida que eu", brincou.

Escrito por:

France Press