Publicado 30 de Abril de 2014 - 7h00

Rafa Carvalho em edição passada do Papo de Versos: novos horizontes

Divulgação/Lillian Bento

Rafa Carvalho em edição passada do Papo de Versos: novos horizontes

O encerramento da segunda edição do projeto Papos de Versos, saraus realizados no Sesc-Campinas que oferecem a oportunidade de poetas e público dialogarem sobre poesia, acontece nesta quarta-feira (30), às 19h, no Tablado do Galpão, com entrada franca. Esse será o 10º encontro realizado na entidade, organizado pelo poeta Rafa Carvalho e com participação do DJ Barata, responsável pela trilha do evento. Ao contrário da abertura, em março, quando poetisas convidadas promoveram uma batalha de verso e rimas, desta vez o microfone ficará aberto para o público expor suas criações e Rafa funcionará como o mestre de cerimônias.

“Ao longo desses encontros, eu sinto que as pessoas foram se preparando, foram se soltando mais. Aqueles que escreviam, tinham um bloqueio para enfrentar o público no começo, o que é muito comum. Uma das coisas que aconteceram no Papos de Versos foi esse trabalho em cima da timidez. A ideia é não ter convidados para que o público possa tomar posse do espaço, passe a ser participante ativo e domine o evento”, explica o poeta.

O balanço da segunda edição do Papos de Versos não poderia ser melhor. De acordo com Rafa, o Sesc-Campinas tem uma média de cinco pessoas — dado tirado por pesquisas da própria entidade — em eventos literários, uma estatística que passou longe dos saraus. “Tivemos uma média de 30 pessoas por encontro. O que possibilitou criar um vínculo muito bacana, trocar ideias inclusive com pessoas que realizam saraus em outros lugares, como no Parque Oziel e em Hortolândia.”

Argentina

O próximo passo de Rafa é representar Campinas e o projeto na 40ª Feira do Livro de Buenos Aires, uma das maiores e mais importantes da América Latina e que homenageia São Paulo neste ano. A feira teve início esta semana e acontece até o dia 12 de maio, no bairro de Palermo, e contará com diversos encontros sobre a chamada literatura marginal. “É um fato inédito eles decidiram homenagear a periferia, ter como foco a movimentação popular. Por isso, representantes de vários saraus foram convidados pela Prefeitura de São Paulo, são cerca de 200 pessoas, para participar. Mesmo o meu projeto não sendo de lá, faz tempo que eles querem que eu participe das iniciativas e fui chamado via Biblioteca Mário de Andrade”, diz Rafa, que embarca para a Argentina nesta sexta-feira (2).

Lá, ele participará de pequenos saraus, assim como os que realizou aqui, sendo que os brasileiros serão os “responsáveis” pelo microfone. “Ainda não sei exatamente como será ou quantos, vou ver só quando eu chegar lá. Mas uma coisa é certa: será uma experiência bem interessante.”

 

Serviço

 

Papos de Versos

 

Nesta quarta-feira (30), às 19h

No Sesc-Campinas (Rua Dom José I, 270/333 - Bonfim). Telefone: (19) 3737-1500

De graça