Publicado 29 de Abril de 2014 - 5h30

Os sócios patrimoniais do Guarani participam hoje de uma Assembleia Geral Extraordinária que será determinante para definir os rumos da negociação imobiliária do clube. Em pauta na reunião, que acontece a partir das 18h30 no Ginásio de Esportes, estará a nomeação de uma nova Comissão Imobiliária e os sócios também decidirão se vão autorizar o Conselho de Administração a prosseguir as tratativas para a negociação. Além disso, serão apresentadas algumas das propostas de empresas interessadas e que envolvem a área total do Estádio Brinco de Ouro, e não apenas o entorno, como previa o projeto aprovado pela Prefeitura.Negociar toda a área do Brinco e construir um novo estádio em outro local nunca foi o plano A, mas ganhou força recentemente, segundo afirma o presidente Álvaro Negrão, um dos responsáveis diretos pelas tratativas. "Todas as empresas interessadas pensam num projeto que resulte em um Valor Geral de Venda maior e isso é bom para o Guarani, que terá em torno de 20% e 25% desse valor", destaca. "Tínhamos que fazer o que era mais viável e rápido na Prefeitura que era o projeto do entorno, mas os estudos de todas as empresas caminharam para uma possível retirada do Brinco. O foco já é uma arena em outro local", completa Negrão.Um novo projeto significaria nova aprovação da Prefeitura e mais tempo para execução. Isso, no entanto, não preocupa o presidente. Ele garante que o clube terá o retorno antes disso. "Demoraria mais para o projeto acontecer, mas os problemas seriam atacados desde já. Teríamos o pagamento das dívidas trabalhistas e receitas para o clube se manter e tocar suas obrigações."Com respeito à reunião de hoje, não há qualquer temor por uma recusa dos sócios em dar andamento às negociações. "O Guarani tem uma dívida de cerca de R$ 225 milhões e que sobe R$ 20 milhões por ano. É preciso fazer algo para salvar o Guarani" , reforça o dirigente.Empresas

Na disputa para participar dessa negociação estão seis empresas: PDG, Odebrecht, Grupo Sena, Magnum, Multiplan e Camargo Corrêa. Todas elas terão até o dia 6 de maio para apresentarem as propostas finais. "Os seis grupos nos deram cartas de intenções formalizando que têm interesse em fazer proposta, para mostrarmos que o negócio é real", revela Negrão.

NO BRINCO

Jogo-treino

Os reservas do Guarani disputaram um jogo-treino contra o Palmeiras ontem e foram derrotados por 2 a 1. A principal novidade da atividade foi a presença do atacante Flávio, que está acertando sua vinda para o Brinco de Ouro. O jogador disputou o Paulista da Série A2 pelo Marília, onde participou de 15 partidas e marcou quatro gols. Outro reforço já confirmado é o meia Renan Mota, formado na base do Santos e que estava no Monte Azul.

Alterações

A CBF alterou data e horário de duas partidas do Guarani na Série C. O jogo contra o Guaratinguetá, marcado para 25 de maio, foi adiado para o dia 26, uma segunda-feira, às 21h30, em Americana. A partida contra o Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, também será numa segunda (2 de junho), às 21h30.