Publicado 30 de Abril de 2014 - 16h14

Por Renê Moreira

Empresa que presta o serviço diz não ter condições de bancar o prejuízo de R$ 100 mil com a concessão do benefício

Divulgação

Empresa que presta o serviço diz não ter condições de bancar o prejuízo de R$ 100 mil com a concessão do benefício

O feriado desta quinta-feira (1º) não terá ônibus gratuito em Araraquara, como ocorria todos os anos. Alegando não ter como bancar o custo do benefício, mais de R$ 100 mil, a empresa que opera o serviço vai cobrar tarifa com o mesmo preço dos finais de semana, de R$ 1,45 (metade do valor normal).

A medida também vai valer para o feriado de aniversário da cidade, em agosto. O Conselho Diretor da empresa alegou questões de segurança e, principalmente, financeiras para fazer o corte. Mesmo com o número quatro vezes menor de passageiros nos feriados, em torno de 10 mil, o argumento é que ficaria caro manter a gratuidade.

Escrito por:

Renê Moreira