Publicado 30 de Abril de 2014 - 12h42

Por Da redação

As novidadesincluem escritores africanos de Língua Portuguesa

Elcio Alves/ AAN

As novidadesincluem escritores africanos de Língua Portuguesa

A Unicamp anunciou nesta quarta-feira (30) que a partir do vestibular de 2016 terá lista própria de leitura e que as obras obrigatórias passaram das atuais nove para 12. Nos últimos oito anos, a lista é unificada com a Fuvest, de acordo com informações da assessoria de imprensa.

Seis obras da lista atual estão mantidas na lista válida a partir de 2016. Para o vestibular deste ano, a lista unificada com a Fuvest está mantida.

A lista própria será composta de obras de diferentes gêneros e extensões, podendo incluir romances, coletâneas de poemas e peças teatrais, mas também textos curtos, como contos, crônicas, peças de oratória ou de crítica.

Além dos autores consagrados na história das literaturas brasileira e portuguesa, a lista do vestibular contemplará também a produção literária mais recente e inclusão de autores africanos de língua portuguesa.

Confira abaixo os livros para o vestibulares 2016 da Unicamp.

Poesia

Carlos Drummond de Andrade, Sentimento do Mundo*

Luís de Camões, Sonetos

Contos

Clarice Lispector, “Amor”, do livro Laços de Família

Guimarães Rosa, “A hora e a vez de Augusto Matraga”, do livro Sagarana

Monteiro Lobato, “Negrinha”, do livro Negrinha

Teatro

Osman Lins, Lisbela e o prisioneiro

Romance

Almeida Garret, Viagens na Minha Terra*

Aluísio Azevedo, O cortiço*

Jorge Amado, Capitães da Areia*

José de Alencar, Til*

Machado de Assis, Memórias Póstumas de Brás Cubas*

Mia Couto, Terra Sonâmbula

* As obras são as que foram mantidas da lista atual.

Escrito por:

Da redação