Publicado 29 de Abril de 2014 - 5h00

Por Da redação

Fiscalização visa combater entulho jogado em terrenos particular, canteiros e vias públicas

Cedoc/RAC

Fiscalização visa combater entulho jogado em terrenos particular, canteiros e vias públicas

O Departamento de Controle e Fiscalização da Prefeitura de Sumaré, com

apoio da Administração Regional, realiza nesta terça e quarta-feira (29 e 30) uma grande ação de fiscalização do descarte irregular de entulho e material inservível em geral nas vias públicas, terrenos baldios e áreas verdes dos bairros da Área Cura. Trata-se do segundo mutirão deste tipo realizado este ano, que

intensifica o trabalho do órgão e visa somar esforços às ações

antidengue realizadas pela equipe da Vigilância Epidemiológica da

Prefeitura para combater o mosquito transmissor do vírus da doença.

 

No primeiro, realizado há duas semanas na Região Central, os fiscais vistoriaram cerca de 13 mil imóveis, distribuídos em 52 bairros, e notificaram 55 proprietários. Dias depois, a equipe retornou a campo e constatou que a imensa maioria dos proprietários notificados havia realizado a remoção e a destinação correta do material inerte flagrado na via pública, geralmente através de um serviço de caçamba.

 

Multas

 

“Foi constatado que, dentre as 55 notificações realizadas na Área Central,

apenas dois proprietários não atenderam à notificação e, por isso, foram

multados”, informou o gerente geral da Fiscalização Municipal, James Gil

Ferro. A ação, que é uma intensificação do trabalho cotidiano já realizado pela

Fiscalização Municipal, conta com apoio das secretarias municipais de

Serviços Públicos, Obras e Meio Ambiente.

 

A fiscalização vai abranger, gradativamente, todas as regiões da cidade, e

dá continuidade à campanha “Sumaré, Cidade Mais Limpa”, deflagrada no

início do ano pelo Município e que visa conscientizar a população a não

jogar lixo, entulho (Resíduos Sólidos da Construção Civil, ou “RCCs”),

restos de poda e móveis e eletrodomésticos velhos em local inadequado,

além de auxiliar nas ações antidengue realizadas constantemente pelas equipes

da Prefeitura.

As multas municipais podem variar de 1,25 a 2 salários mínimos (R$ 905 a R$ 1.448). As denúncias podem ser feitas pelos telefones 153 (Guarda Civil Municipal) ou 0800-770-0770 (Ouvidoria Municipal).

Escrito por:

Da redação