Publicado 25 de Abril de 2014 - 21h16

A pitbull foi localizada em um terreno da prefeitura após denúncias

Divulgação

A pitbull foi localizada em um terreno da prefeitura após denúncias

Uma cadela foi submetida a seguidas orgias e acabou contraindo uma série de doenças. O animal, da raça pitbull, ganhou nesta sexta-feira (25) um novo lar ao ser adotada por uma mulher que se sensibilizou com sua história registrada em Araguari, cidade localizada no Triângulo Mineiro.

A pitbull foi localizada em um terreno da prefeitura após denúncias encaminhadas a uma entidade de defesa dos animais. Segundo vizinhos, há três semanas um grupo de homens estaria abusando do animal que vivia chorando de dor.

Levada a uma clínica veterinária, a cadela de nome Puma apresentava um quadro de infecção, sangramento, DST (Doença Sexualmente Transmissível) e até um TVT (Tumor Venéreo Transmissível). Ela teve de ficar em recuperação alguns dias até ser liberada e ganhar agora um novo lar.

Doações

Quem primeiro socorreu a cachorra foi a Associação de Proteção aos Animais e Meio Ambiente (Aproama), que teve de fazer uma campanha para custear o seu tratamento veterinário e a quimioterapia.

Já quem adotou o animal foi a vendedora Larissa Giovana, que se comoveu com todo o ocorrido. Antes dos abusos, Puma pertencia a uma família e foi deixada após seus donos se mudarem. A partir daí teria ficado morando no terreno próximo.

A violência contra o animal foi denunciada também à polícia que tenta identificar os autores.