Publicado 12 de Abril de 2014 - 16h28

Por Agência Brasil

O ex-deputado José Genoino, condenado a quatro anos e oito meses de prisão na Ação Penal 470, o processo do mensalão, passa por nova perícia médica, neste sábado, no Instituto de Cardiologia do Distrito Federal (ICDF) . Ele chegou ao hospital às 14h07, acompanhado da mulher e de um filho. A perícia não está sendo realizada pelo instituto, mas sim por uma junta médica do Hospital Universitário de Brasília (HUB) que usará as instalações e os equipamentos. Será uma avaliação física, pois os exames laboratoriais já foram feitos, informou o ICDF.

Com base no resultado da perícia, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, vai decidir se Genoino continuará em prisão domiciliar ou retornará ao Presídio da Papuda, no Distrito Federal.

José Genoino teve a prisão decretada em novembro do ano passado e chegou a ser levado para a Penitenciária da Papuda. Mas, por determinação de Barbosa, ganhou o direito de cumprir prisão domiciliar temporária. Durante o período em que ficou na Papuda, o ex-deputado passou mal e foi levado para um hospital particular.

O advogado do ex-parlamentar, Luiz Fernando Pacheco, defende que ele cumpra prisão domiciliar definitiva. De acordo com Pacheco, Genoino é portador de cardiopatia grave e não tem condições de cumprir a pena em um presídio, por ser “paciente idoso, vítima de dissecção da aorta”.

Escrito por:

Agência Brasil