Publicado 29 de Abril de 2014 - 8h06

Por France Press

Uma das cidades mais atingidas pelos tornados foi Vilonia, no Arkansas

France Press

Uma das cidades mais atingidas pelos tornados foi Vilonia, no Arkansas

Equipes de resgate procuravam nesta segunda-feira (28) por sobreviventes dos tornados que mataram pelo menos 17 pessoas em pequenas cidades do sul e do centro dos Estados Unidos, enquanto mais tornados são previstos para os próximos dias.

Tempestades de granizo também devem atingir parte do território americano, do Texas ao Tennessee, de acordo com a previsão do tempo.

Em uma das cidades mais atingidas - Vilonia, no Arkansas - as equipes de resgate intensificaram as buscas por sobreviventes, enquanto o amanhecer permitiu que os atingidos avaliassem a destruição.

O chefe da polícia da cidade de 4.000 habitantes, Brad McNew, afirmou que o local ficou irreconhecível.

"As casas foram completamente derrubadas", contou ao canal de televisão "NBC".

Durante a noite, foram usadas lanternas para vasculhar montanhas de escombros em busca de sinais de vida.

O Departamento de Gestão de Emergência do Arkansas divulgou que 14 pessoas haviam morrido no estado. O número anterior era de 15 vítimas, pelo fato de uma delas ter sido contada duas vezes.

Autoridades de Oklahoma anunciaram dois mortos, e a imprensa local de Iowa contabilizou uma vítima no estado.

McNew afirmou que mais pessoas teriam morrido se as sirenes de emergência não tivessem sido ativadas.

"O anúncio da tempestade foi feito bastante cedo", ressaltou.

"Eu fui a um abrigo para tornados com minha família", explicou. "Muitas pessoas da comunidade estavam lá. Ou seja, funcionou".

"Apesar de termos perdido algumas vidas, muitas foram salvas por causa das sirenes", garantiu.

Vilonia foi atingida há três anos por um tornado de trajeto semelhante, mas o último foi "muito pior do o que de três anos atrás", avaliou McNew.

No norte do estado, a cidade de Mayflower, de 2.300 moradores, também foi severamente atingida.

Ajuda

O Serviço Nacional de Meteorologia alertou para a ameaça de um cenário ainda pior para esta segunda-feira, com tempestades atingindo diversos estados do sul, como Mississippi e Tennessee.

"Muitos tornados são esperados, alguns deles podendo ser intensos", informou o órgão, citando a ameaça de chuva de granizo com ventos fortes.

Os serviços meteorológicos locais também ressaltaram a possibilidade de enchentes.

O presidente Barack Obama apresentou condolências e prometeu ajuda governamental, durante sua visita às Filipinas como parte de uma viagem pela Ásia.

"Quero que todos saibam que seu país estará com vocês para ajudar na recuperação e na reconstrução, pelo tempo que for preciso", declarou.

A Casa Branca informou que foi oferecida ajuda federal ao governador do Arkansas, Mike Beebe.

Imagens de televisão mostram carros esmagados como latas, casas partidas violentamente ao meio e bairros reduzidos a ruínas no estado.

Em Iowa, o tornado causou forte chuva, deslocou árvores e retirou o teto de um centro médico na cidade de Oskaloosa.

"Muitas casas e prédios estão danificados, e algumas residências foram destruídas", relatou à AFP Keli Cain, da Agência de Gestão de Emergência do Oklahoma.

Áreas residenciais também foram atingidas no Kansas, mas não foram registradas mortes.

 

Veja também

Escrito por:

France Press