Publicado 30 de Abril de 2014 - 22h02

Motorista do caminhão virou na contramão quando atingiu o motociclista

Captura de imagem/ Google Maps

Motorista do caminhão virou na contramão quando atingiu o motociclista

O ajudante geral Julio Cesar Soares, de 28 anos, morreu na tarde desta quarta-feira (30) em Hortolândia após ter sua moto atingida pela lateral de um caminhão de reciclagem de Sumaré e ser atropelado pelo veículo, que era conduzido pelo pintor Marcos Pereira da Rocha, de 35 anos.

Segundo a Polícia Militar, Rocha não possui habilitação, estava aparentemente embriagado e com o licenciamento do caminhão vencido. O acidente aconteceu por volta das 12h na Estrada Municipal Valêncio Calegari, no bairro Parque do Horto, sentido Hortolândia.

De acordo com o motorista do caminhão, ele fazia uma conversão para esquerda, onde acessaria a Rua das Violetas, ou seja, na contramão. O motociclista estava tentando ultrapassar o veículo pela esquerda, não conseguiu frear a tempo e caiu sob ele.

A vítima foi socorrida pelo Samu ao Hospital Mário Covas, mas não resistiu aos ferimentos. Rocha autorizou coleta de amostra de sangue para confirmação do nível alcoólico e, levado pela Polícia Militar à Delegacia do Município, foi indiciado por homicídio culposo na direção de veículo automotor.

Segundo a Polícia Civil, o pintor não teve direito à fiança por não ser habilitado e foi encaminhado à cadeia pública de Sumaré.

A família da vítima é de Hortolândia. O corpo de Soares foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Americana e deve ser enterrado nesta quinta-feira (1) em Hortolândia, mas o o local e horário do enterro ainda não estão definidos.