Publicado 29 de Abril de 2014 - 8h52

Por Da redação

Campinas tem dez novos peritos criminais que irão atuar no Instituto de Criminalística (IC) da Polícia Técnica-Científica. O profissional pesquisa o local onde um crime foi cometido, faz vários tipos de exames e produz laudos, com provas técnicas e científicas para inquéritos policiais.

A contração faz parte do programa São Paulo Contra o Crime, que foi lançado em maio do ano passado pelo governo do Estado.

No total, foram 76 contratações: as dez de Campinas, mais 12 destinadas à Capital, 12 para a Região Metropolitana de São Paulo, seis para Araçatuba, três para Araraquara, quatro para Bauru, quatro para Marília, seis para Presidente Prudente, dois para Ribeirão Preto, seis para São José dos Campos, quatro para São José do Rio Preto, quatro para Santos e três para Sorocaba.

Os 76 foram aprovados em concurso público e passaram por três meses de curso de formação na Academia de Polícia Civil Dr. Coriolano Nogueira Cobra (Acadepol).

Além dessas contratações, está em andamento um concurso para peritos com 447 vagas em aberto.

SP Contra o Crime

Na Polícia Civil, serão contratados 1.384 investigadores, 788 escrivães e 129 delegados.

Outros oito concursos abertos ainda vão selecionar 447 peritos criminais, 140 médicos legistas, 84 técnicos de laboratório, 120 fotógrafos técnico-periciais, 55 desenhistas técnico-periciais, 89 atendentes de necrotério, 154 auxiliares de necropsia e 600 auxiliares administrativos.

O investimento anual com as contratações é de R$ 305 milhões.

Escrito por:

Da redação