Publicado 29 de Abril de 2014 - 9h50

Por Da redação

Detalhe do ônibus após atropelamento de mulher na Orosimbo Maia, em Campinas

Dorinaldo Oliveira/AAN

Detalhe do ônibus após atropelamento de mulher na Orosimbo Maia, em Campinas

Rita de Cássia Nunes, de 43 anos, foi atropelada por um ônibus da empresa VB3 na esquina entre a Rua Visconde de Taunay com a Avenida Orosimbo Maia, em Campinas, às 8h53 desta terça-feira (29). Ela foi socorrida pelo resgate do Corpo de Bombeiros e encaminhada para o Hospital da Clínicas (HC) da Universidade de Campinas (Unicamp), e seu estado de saúde é grave, segundo assessoria da unidade. Segundo Paulo Bardal, diretor de comunicação da Transurc a qual a VB é associada, a vítima é cobradora de ônibus da mesma empresa e estava de férias. De acordo com a empresa, a funcionária sofreu traumatismo craniano leve e não corre risco de morrer.

O ônibus faz a linha 3.46, que liga o Centro ao bairro Jardim Carlos Lourenço, segundo informações da Emdec. De acordo a assessoria da VB, no momento do acidente, ela atravessava a rua, fora da faixa de pedestres, ao lado do marido. Ela teria se chocado com o ônibus, que fazia a curva entre a rua e a avenida, caiu e bateu a cabeça na guia da calçada. 

 

 

A assessoria do HC informou no final da tarde que a mulher continuava em estado grave. Um novo boletim sobre a saúde dela deverá ser divulgada na manhã de quarta-feira. 

 

Em breve mais informações

Escrito por:

Da redação