Publicado 04 de Março de 2014 - 18h20

Por Agência Estado

Santos deve mandar seus principais jogos do Brasileirão, no Pacaembu, em São Paulo

Cedoc/RAC

Santos deve mandar seus principais jogos do Brasileirão, no Pacaembu, em São Paulo

O Santos considera indispensável a força da Vila Belmiro para a reconquista do título do Campeonato Paulista. Mas, ao mesmo tempo, avança no projeto de passar a mandar, após a Copa do Mundo, quando o Corinthians já terá inaugurado o Itaquerão, boa parte dos seus jogos no estádio do Pacaembu, em São Paulo.

O Comitê de Gestão e a comissão técnica do Santos realizam levantamento da tabela do Campeonato Brasileiro para montar uma relação das partidas que pretendem tirar da Vila Belmiro e levar para a capital paulista. O pedido deve ser encaminhado à CBF nos próximos dias.

A ideia do time mandar mais jogos em São Paulo do que em Santos não é nova. Em outubro do ano passado, o presidente em exercício do clube, Odílio Rodrigues Filho, afirmou que o Santos é candidato a assumir o estádio do Pacaembu para passar a disputar os principais jogos na capital, deixando para a Vila Belmiro os compromissos de menor importância. "Nossa maior torcida é em São Paulo e o Santos precisa estar próximo da sua torcida", justificou o dirigente.

Os números dos jogos recentes do time na Vila Belmiro, pelo Paulistão, demonstram que os torcedores da Baixada Santista não abraçaram o novo Santos, que é o líder na classificação geral do campeonato, conta com vários jogadores revelados na base e investiu quase R$ 50 milhões para contratar Leandro Damião, Lucas Lima e Rildo. Contra o Atlético Sorocaba, por exemplo, foram 4.353 pagantes no estádio. E apenas 3.424 torcedores assistiram à goleada por 5 a 0 em cima do Bragantino.

Escrito por:

Agência Estado