Publicado 04 de Março de 2014 - 5h00

O capitão Fumagalli dá apoio para Fabinho, que deixou o gramado ainda no primeiro tempo no sábado

Janaína Ribeiro/Especial para AAN

O capitão Fumagalli dá apoio para Fabinho, que deixou o gramado ainda no primeiro tempo no sábado

A vontade com a qual entrou em campo no sábado (1), na vitória do Guarani por 2 a 0 sobre o União Barbarense, pode ter custado mais uma lesão no currículo do atacante Fabinho. O jogador, que fazia a sua primeira partida após ficar de molho por duas semanas, atuou por apenas meia hora e deve desfalcar o Bugre (sexto colocado com 19 pontos) novamente na rodada de sábado (8) contra o líder São Bento, em Sorocaba, pela 12 rodada da Série A2 do Campeonato Paulista.

Após dois dias de folga, a equipe se reapresenta nesta terça-feira (4) na parte da manhã para trabalho de recuperação e durante a tarde faz treino técnico em Paulínia.

O departamento médico ainda não emitiu nota oficial sobre a gravidade da lesão do atacante, mas lesões musculares, mesmo quando em níveis moderados, costumam tirar atletas de campo por no mínimo 10 dias. No caso de Fabinho, o histórico de contusões recentes aumenta a preocupação para o tempo de recuperação. O perfil do atacante e ídolo da torcida bugrina também tem contribuído para o desgaste do atleta.

Veloz e aguerrido, ele costuma sair das partidas mais cansado que a maioria dos colegas dentro de campo e, nos últimos três anos, tem sofrido com problemas musculares na coxa. Caso a ausência de Fabinho se confirme, dois atacantes devem brigar pela vaga. O favorito é Roninho, por ter as mesmas características do titular, mas Tiago Cavalcanti entrou bem em seu lugar no jogo contra o União Barbarense e foi coroado com o segundo gol do confronto.

O Guarani terá uma folga para trabalhar até o próximo compromisso. O duelo com o São Bento está marcado para sábado, às 16h, em Sorocaba. Na cola do G4, com 19 pontos, o Bugre defende uma invencibilidade de seis rodadas. São três vitórias e dois empates na série.

Além de poder perder Fabinho para as próximas rodadas, o Bugre ainda não deve contar com o goleiro Douglas, afastado há 10 dias por lesão muscular e ainda sem previsão de retorno. Ciente dos problemas físicos dos veteranos da equipe, o técnico Márcio Fernandes já admite que poderá ser obrigado a poupar os jogadores no seguimento do estadual. O treinador já usou a medida com o meia Fumagalli, que tem feito trabalho extra de recuperação e fortalecimento para aguentar a desgastante sequência de jogos das equipes neste início de temporada.

Cartões

Mesmo com a boa fase da equipe nas últimas seis rodadas (três vitórias e três empates), o camandante bugrino tem se preocupado com a impossibilidade de repetir a escalação por pelo menos duas partidas seguidas. E, além dos lesionados ou em fase de tratamento, o Bugre também perdeu o volante Ricardo Oliveira por ter tomado o terceiro cartão amarelo. E a lista de desfalques pode aumentar na próxima rodada, já que a equipe tem outros nove atletas pendurados.