Publicado 06 de Março de 2014 - 5h00

STF

Renato de Andrade Girardelli

Autônomo, Campinas

O Supremo Tribunal Federal adia mais uma vez o julgamento da correção da poupança. Parece que os ministros do STF têm seu preço e os bancos sabem qual é. Tanto é verdade que pelo menos dois ministros disseram que a pressão dos bancos é um dos motivos para o adiamento do julgamento pelo presidente do STF, que é o tão elogiado Joaquim Barbosa. Também o que podemos esperar de um bando em que a maioria só está lá por indicação do Lula e da Dilma? Como eu gostaria que o Joaquim Barbosa ou outro ministro viesse por meio desta coluna para dizer que eu estou errado. Porém, a exemplo do Lula, eles não são homens o bastante para isso. Os ministros se acham tanto, mas não passam de ratos operários de nosso sistema falido.

Calçadas

Ramos Elias

Engenheiro aposentado, Campinas

Os pedestres em Campinas, segunda maior cidade do Interior do Estado mais desenvolvido do País, não podem caminhar tranquilamente em calçadas, salvo em raros locais. Além dos buracos e das pedras soltas, há capim, entulhos e até plantas com espinhos, sem falar de ramos de árvores carentes de poda de formação, obrigando as pessoas a se curvarem para passar, ou usar o leito carroçável, disputando espaço com os veículos. (…) A atual Administração municipal tem demonstrado ser sensível aos anseios da população, mas só o quesito em questão não está merecendo a menor atenção. (…) Uma árvore gigante existente no Guanabara, soltando frutos que pesam quase dois quilos, deveria ser eleita a aberração do ano. Com a palavra, quem de direito.

Álcool

Luis Carlos Teixeira da Silva

Administrador de empresas, Campinas

Já passamos e muito da hora de cobrar de nossos digníssimos deputados a criação de um projeto para ser transformado em lei que proíba o uso do álcool

para consumo humano em nosso País, pois, isso é uma questão urgentíssima

de saúde pública, tal os males que o álcool causa à saúde das pessoas. É só nossos deputados conversarem com médicos especialistas em doenças do fígado e verão que no ritmo as pessoas no Brasil estão consumindo álcool, não haverá SUS e INSS que darão conta de abrigar o número de doentes que teremos muito em breve, coisa de mais uns 30 anos. Faço um apelo aos srs. homens públicos deste País: façam algo que de fato seja para melhorar a vida do povo brasileiro.

Baderna

Cristina B. Gonçalves

Dona de casa, Campinas

Como moradora no Jardim Chapadão, fico indignada com a falta de respeito das autoridades com nós moradores desse bairro ao permitirem o funcionamento de uma boate localizada na Rua Erasmo Braga, em meio a residências e templos religiosos, onde as pessoas têm que conviver com o local que é pura sujeira. A praça em frente fica com seus canteiros cheios de lixo, garrafas, latas de cerveja e até preservativos usados pelos frequentadores da referida boate. Além disso, a mesma está lacrada, conforme aviso na entrada, por falta de documentação e, mesmo assim, funciona a todo vapor. Onde estão os órgãos responsáveis que não enxergam ou fazem de conta que não enxergam essas atitudes tomadas pelos proprietários dessa boate? É para isso que pagamos nossos impostos em dia, para ver toda essa baderna?

Água

Artur Mendes

Publicitário, Campinas

Vivemos no País mais ensolarado do mundo. O sol é nossa maior riqueza. Para refrescar, temos água, muita água! Doce e salgada, além mares, além terras. No solo, a maior bacia hídrica do mundo. No subsolo, os maiores aquíferos do mundo, ou seja, de sede e sol, brasileiro não morre. Será? Seria, não fosse o homem que emporcalha águas e desperdiça a energia graciosa do sol. Nossas cidades captam água a montante e apertam descargas a jusante, ou seja, o próximo que se dane. Lá fora países sombrios ligam tomadas à energia solar. Aqui, ainda enterramos florestas com represas, ou seja, no ciclo insano, o futuro que se dane.

Aposentados

Suely Rezende Penha

Professora, Campinas

Absurdo! Todos os aposentados que recebem suas aposentadorias no primeiro dia do mês só receberão hoje, considerado o primeiro dia útil do mês. Os aposentados que recebem dia 2, só receberão no dia 7. Os aposentados que recebem no dia 3, só receberão no dia 9, que será o terceiro dia útil do mês. De fato é um sistema injusto com os aposentados, pois muitos não puderam curtir o feriado. Já recebem de forma injusta seus pequenos e defasadas aposentadorias e ainda com esse enorme atraso. A culpa é de quem? Do INSS ou dos banqueiros gananciosos? O absurdo de tudo isso é que segunda-feira de Carnaval e Quarta-feira de Cinzas não são considerados feriados. Esses dados foram confirmado pelo INSS, pelo telefone 135.

Ciclofaixa

Orestes Bacchetti Júnior

Advogado, Campinas

Autoridades, a ciclofaixa foi criada para ser utilizada aos domingos e feriados. Quais? Tenho observado que basta ter um feriado, uma corrida de rua aos domingos ou um evento qualquer e a ciclofaixa é fechada. Fato curioso, pois, quando podemos utilizá-la? Se existem placas de sinalização e avisos pintados no chão, ao longo do percurso da ciclofaixa, informando sua disponibilidade, ou seja, domingos e feriados das 7h às 12h, o que precisa para ser utilizada? Vejam, a faixa exclusiva para bicicleta no entorno da Lagoa do Taquaral, funciona sete dias por semana, 24 horas, independentemente de cones! Ora, fica um alerta: ou a ciclofaixa funciona por si só, independentemente de agentes do município ou fecha de vez. O que não pode é ter as sinalizações adequadas e quando não se tem agentes suficientes para fiscalização, a faixa estar fechada, isso gera uma total insegurança no trânsito(…)

Polícia Militar

Antonio F.Galasso

Cel.da PM e ex-cmt do 8º BPMI, Campinas

A inauguração da 2º Seccional de Polícia aqui em Campinas, no último dia 28, pelo governador Alckmin, pode ter sido um “tiro no pé”, pois, além de ser uma inauguração a “meia boca”, com apenas 20% de sua estrutura ideal, o governador “escapou” de uma grande manifestação de PMs ao prometer que receberá seus representantes no inicio deste mês para tratar de reajuste salarial para a PM. Se tal promessa não for cumprida, já estão preparadas várias manifestações das entidades representativas da PM por todo o Estado de São Paulo.