Publicado 01 de Março de 2014 - 5h30

A boa campanha do Palmeiras no Campeonato Paulista não ilude o técnico Gilson Kleina. O treinador acredita que serão necessárias contratações para o time brigar forte na disputa do Campeonato Brasileiro e que o torneio estadual está sendo usado para ver quais jogadores estão em condições de ajudar o time no Nacional.

"O campeonato serve como um parâmetro, mas não dá para achar que não precisamos qualificar o nosso trabalho técnico e tático. Na Série A, o erro tem que ser muito menor porque não existe refresco", alertou o treinador, depois de ter comandado o Palmeiras na vitória por 2 a 0 sobre o São Bernardo, na última quinta-feira.

"No Brasileiro, você sai do Cruzeiro em Belo Horizonte e pega um clássico no Pacaembu. Depois tem um Flamengo no Maracanã. É um trabalho árduo ficar entre os melhores. Vejo que as equipes que estão na Libertadores fizeram um investimento e outras equipes que estão há alguns anos na Série A aprenderam a jogar a competição", completou.

Gilson Kleina tem constantemente reuniões com membros da diretoria palmeirense, em especial, com Omar Feitosa, gerente de futebol. No treino da última quarta, o presidente Paulo Nobre e seu vice, José Carlos Brunoro, também foram ao campo conversar com o treinador. "Não podemos achar que não precisamos qualificar, pelo contrário. Nas reuniões que a gente tem falamos que em algumas situações precisamos reforçar, mesmo com nosso elenco sendo de qualidade atualmente."

Recuperado da lesão muscular na coxa esquerda, sofrida durante a vitória sobre o Ituano no último dia 19, o zagueiro Wellington voltou a treinar ontem no Palmeiras. Liberado pelos médicos, ele correu no gramado pela primeira vez e pode ficar à disposição para o jogo da próxima quinta contra a Portuguesa.

Revelado na base palmeirense, Wellington tinha virado titular depois da venda do zagueiro Henrique para o Napoli. Com a lesão dele, Kleina passou a improvisar Marcelo Oliveira na posição. Agora, fica aberta a disputa para ver quem jogará como companheiro de Lúcio na zaga. Enquanto Wellington está voltando, o volante Josimar (lesão na coxa) e os atacantes Diogo (lesão na coxa) e Leandro (corte na perna) seguem em tratamento. (Da Agência Estado)